Equipe médica afirma que garoto que foi arremessado de van ainda não tem previsão de alta

O pequeno Rhyan, de 5 anos, que foi arremessado de uma van escolar, no Riacho Fundo II (DF), está na UTI e ainda não tem previsão de alta. Isso porque a situação está bem delicada.

O menino precisou passar por uma cirurgia na bexiga, que durou cerca de cinco horas e sofreu diversos ferimentos depois das rodas de trás do veículo passarem por cima dele.

Em imagens registradas por câmeras de segurança, é possível ver o momento do acidente: A porta vai se abrindo ( não se sabe se sozinha ou se ele abriu) e ele, que estava em pé, é arremessado para fora do veículo.
Segundo a mãe de Rhyan, Phyama Ohanna, o acidente aconteceu durante uma curva. A criança estava em pé. Como o veículo passou por cima da criança, ela teve além de fraturas na bexiga, rompimento da bacia, sangramento no estômago e outros ferimentos.

Ainda de acordo com Phyna, o filho sente muita dor do pós-operatório, mas reage bem. O menino ainda está confuso e não sabe dizer se foi ele quem abriu a porta do veículo. De toda forma, Phyna afirma que tanto os monitores da van como a trava de segurança deveriam evitar esse tipo de acidente.

A mulher responsável pelo transporte contou aos pais que como “estava arrumando outra criança” na hora do acidente, não conseguiu socorrê-lo.

Rhyan passou pela cirurgia no Hospital de Base do Distrito Federal e se recupera no Hospital da Criança, em Brasília.

Da Redação do Acontece na Bahia

Categoria(s): Destaque.

Comente: