Enquanto dava entrevista para “provar inocência”, rapaz é preso ao vivo por agentes que acompanhavam tudo

Um caso bastante inusitado tomou as redes sociais neste sábado (05). Enquanto dava entrevista, um rapaz acabou preso ao vivo.

Milhares de pessoas ficaram surpresas com o que viram numa transmissão ao vivo da Gralha Azul FM. Enquanto a equipe de reportagem da rádio estava entrevistando um jovem rapaz, identificado como Diogo, na Praça da Bíblia, na cidade de Araucária, no Paraná, quando uma viatura chegou subitamente e levou o jovem. Segundo as informações, a live em questão estava sendo realizada justamente para que o rapaz esclarecesse a situação dele. Isso porque ele está sendo acusado de participar da morte de um outro jovem, que teria ocorrido na praça onde estava sendo entrevistado. No caso em questão, a vítima teria sido agredida com pauladas e pedradas. Mas não termina aí.

De acordo com o que é dito na live, a morte desse outro rapaz teria ocorrido há cerca de 15 dias e, desde então, Diogo afirmou que estaria se resguardando pois estava sendo ameaçado. Nas palavras dele, ele “estaria no lugar errado e na hora errada”, sendo acusado erroneamente, pois seria inocente. Contudo, para a polícia ele estava sendo considerado um foragido e já havia um mandado de prisão em aberto. Sendo assim, poucos minutos depois do início da realização da live, uma viatura da Guarda chegou rapidamente à praça e surpreendeu a todos.

Ao descer da viatura, um agente anuncia a prisão do rapaz e o algema. Para a reportagem da rádio, o policial explicou que o rapaz estava sendo acusado no já mencionado homicídio e que a equipe estava cumprindo o mandado. Provavelmente algum policial, ou alguém próximo deles, estava assistindo a live, o que facilitou muito a consolidação da prisão. Antes da prisão, ainda durante a entrevista, Diogo afirmou que já tinha uma passagem na polícia pela Lei Maria da Penha, mas que já havia se resolvido com a mulher e eles estavam juntos novamente. Não demora muito para que a família do Diogo, que também estava na praça, aparecesse e se pronunciasse.

Mesmo com a prisão do jovem acusado, a live continuou e deu espaço para que a família do rapaz falasse. Estavam presentes a mãe dele, o padrasto dele e a mulher dele, que está grávida. Os três afirmaram que têm certeza da inocência do acusado. Além disso, a mulher de Diogo afirma que não houve agressão física na passagem que ele já tinha e que eles haviam apenas discutido. Em seguida a viatura leva o Diogo para a delegacia. No momento, as investigações no caso continuam.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Categoria(s): Nacional.

Comente: