Enfermeira é assassinada com facada no peito e adolescente suspeita é apreendida em SC

Uma enfermeira de 28 anos foi assassinada em Campo Erê, no Oeste catarinense, e uma adolescente de 16 anos foi apreendida suspeita de cometer o ato. A vítima, Gabrieli Batistella, foi agredida com uma facada no peito, de acordo com a Polícia Civil.

A adolescente foi apreendida em flagrante na noite de quarta-feira (18) por conduta análoga ao crime de homicídio. O Poder Judiciário informou que ela ficará em internação provisória por 45 dias no Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) de Chapecó, na mesma região.

Morte da enfermeira
A agressão ocorreu por volta das 16h30, conforme a Polícia Civil, na Linha Caldato, interior de Campo Erê. Segundo o Poder Judiciário, a enfermeira morava em Palma Sola, cidade vizinha, e foi visitar a avó.

Familiares da vítima e a mãe da adolescente estavam reunidos desde a manhã na casa da avó de Gabrieli, que fica em frente à residência da suspeita. O grupo fazia bolachas e ingeria bebidas alcoólicas.

Em um determinado momento, uma das irmãs mais novas da suspeita foi até a casa da avó da enfermeira chamar a mãe. A adolescente, então, pegou uma faca na própria residência, atravessou a rua e foi ao local onde as pessoas estavam reunidas.

De acordo com a Polícia Civil, a garota discutiu com a enfermeira. Uma tia da vítima conseguiu evitar o primeiro golpe, mas a segunda investida acertou Gabrieli. O processo tramita em segredo de justiça.

 

A enfermeira chegou levada para o hospital em Palma Sola, mas morreu no caminho, informou o Poder Judiciário.

 

Ainda segundo a Polícia Civil, a adolescente matou a enfermeira por motivo fútil e de uma forma que dificultou a defesa da vítima.

Fonte: G1