Em isolamento e com coronavírus, Monique Medeiros, mãe de Henry, faz tomografia e constata comprometimento pulmonar de 5%

Uma notícia tem circulado nas redes sociais nesta quarta-feira (21). Monique Medeiros, mãe de Henry Borel, continua em isolamento no Hospital Penitenciário Hamilton Agostinho, no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, zona oeste do Rio de Janeiro. Monique foi diagnosticada com a covid 19 na segunda feira (19) e está com 5% dos pulmões comprometidos, de acordo com laudo médico realizado pela paciente no Hospital Municipal Albert Schweitzer, em Realengo e divulgado pelo portal GLOBO.

‘’A extensão do acometimento do parênquima pulmonar é de 5%, diz trecho do laudo que relata ainda que a área afetada é a do lobo inferior esquerdo do pulmão’’.A Secretaria de administração Penitenciária (Seap), informou que Monique Medeiros passa bem.

‘’A interna Monique Medeiros foi encaminhada, nessa terça-feira ao Hospital Municipal Albert Schweitzer, em Realengo, por recomendação médica, para a realização de exame de tomografia, após diagnóstico positivo para a covid 19. A mesma passa bem e já retornou ao Hospital Penitenciário Hamilton Agostinho, no Complexo de Gericinó, onde continuará isolada e recebendo o acompanhamento médico devido’’, diz a nota.

Monique e Jairinho continuam presos e são investigados da morte do menino Henry Borel. Foi diagnosticada com a covid 19 depois de fazer um exame de PCR no Instituto Penal Ismael Sirieiro, em Niterói, Região Metropolitana do Rio de Janeiro. O casal está preso e à disposição da justiça desde o dia 8 de abril.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Comente: