Connect with us

Regional

Em entrevista, grávida agredida por motorista de app em Salvador relata momentos de pânico

...

A jovem grávida que foi agredida por um motorista de aplicativo, em Salvador, após contestar o roteiro feito durante uma corrida, relatou os momentos de pânico que viveu e disse que, após o ocorrido, se sente insegura ao sair de casa.

“Eu fiquei com muito medo. Eu tive medo de perder minha filha. Minha gravidez é de risco porque tenho problemas respiratórios e, quando vi o sangramento, só tive medo de perder minha filha. E estou com medo até agora. Ele sabe onde é minha casa. Ele sabe onde moro e estudo. Nem fui para escola hoje. Não estou saindo sozinha. Estou com medo”, contou.

O caso ocorreu na região da Ladeira do Funil, que fica no bairro do Barbalho, na manhã de segunda-feira (2).

O homem que foi ao socorro da jovem contou que o motorista agrediu ela verbalmente por diversas vezes.

“Eu estava voltando do cooper. Já estava no final, perto de casa, quando vi um carro passar e parar. Nessa hora, ela já saiu de dentro, correndo. Tava uma confusão e ouvi ele chamando ela de vagabunda. Eu então perguntei a ela se ele era alguma coisa dela, ela disse que não. E ele saiu do carro em seguida”, contou.

“Eu cheguei a jogar R$ 10 no carro para pagar a corrida dela. Ele fechou a porta do carro e saiu”, completou.

Logo após o crime, o caso foi registrado no posto policial do Hospital Geral do Estado (HGE), para onde a jovem foi levada por causa do sangramento. No local, ela recebeu atendimentos médicos e foi liberada.

De acordo com a ocorrência policial do hospital, a gravidez da jovem é de alto risco e ela foi agredida com uma cotovelada e puxões de cabelo por um homem de prenome “Klécio”.

Em nota, a empresa 99 Pop informou que, após o aplicativo receber a denúncia, o motorista envolvido foi banido da plataforma.

(Fonte: Radar da Bahia)

Continue Lendo
Publicidade

Acontece Na Bahia - Copyright © 2019.