Ellen, viúva de Lázaro, é intimada a comparecer na delegacia e novo desdobramento do gera discussões

Nesta quinta-feira (8), um caso voltou às manchetes. Cerca de uma semana depois do sepultamento de Lázaro Barbosa, a viúva dele recebeu uma intimação para comparecer à Delegacia.

A companheira de Lázaro, identificada como Ellen, foi intimada a comparecer na 2ª Delegacia de Polícia de Águas Lindas de Goiás. De acordo com o portal Jornal de Brasília, ela deve ser ouvida pela delegada Dra. Rafaella ainda na tarde desta quinta-feira (8). Provavelmente ela deve ser questionada sobre os 20 dias em que Lázaro ficou foragido, visto que há suspeitas de que ele poderia estar sendo ajudado. Mas não termina aí.

Um outro desdobramento do caso chamou a atenção. A publicação de um vereador de Foz do Iguaçu, Cabo Cassol (Podemos), nas suas redes sociais, gerou muita polêmica. Trata-se de uma imagem de Lázaro vinculada à causa LGBTQIA+. Na publicação, que fora postada no Dia Internacional do Orgulho LGBT, há uma montagem fazendo uma analogia com a sigla que está descrita da seguinte forma: “Lázaro Ganhou Bastante Tiro”.

Diante disso, a Associação de Travestis e Transexuais de Foz do Iguaçu “Casa de Malhu”, se pronunciou. Bruna Ravena, a coordenadora da instituição afirmou numa nota de repúdio:

“Não foi só uma publicação, aconteceram outras que alegavam que a comunidade LGBT destruía a família brasileira, essas coisas[…]O próprio Cabo Cassol nos recebe muito bem na câmara. Isso nos causa estranheza. Todos tem o livre direito de expressão, mas você não pode abusar dela[…]Um vereador, que é um representante do povo, deveria prezar pela defesa da população mais vulnerável e ajudar a combater toda e qualquer forma de discriminação.”

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.

Comente: