Eduardo Costa se pronuncia após homem dizer que mulher largou a família pra ficar com o cantor: “Conversa pra boi dormir”

Um episódio ganhou desdobramentos inesperados nessa segunda-feira (21). O cantor Eduardo Costa resolveu se pronunciar. Isso porque um homem afirmou que a mulher deixou ele e os 3 filhos por conta do cantor.

A empresária e influenciadora Mariana Polastreli está sendo acusada pelo marido de ter deixado ele e os três filhos para ficar com o cantor Eduardo Costa. O marido afirmou:

“Ela saiu de casa, deixou dois filhos e levou o mais novo. Mandou mensagem dizendo que ia para a casa da mãe, mas deixou o filho bebê com a mãe e partiu em adultério. Ficou off a semana toda, dizendo apenas à mãe que estava em um lugar para dar um tempo[…]E logo que eu soube onde ela estava, entrei em contato com conselho tutelar e fui orientado a buscar o meu filho mais novo.[…] Ela ficou estranha por uns dias, mas como estava se recuperando da Covid-19, não coloquei pressão. Daí ela disse que estava pensando em ir para casa da mãe por uns dias para esfriar a cabeça. Daí ela deixou o meu filho mais novo lá e partiu pra encontro com ele em Domingos Martins, tanto é que hoje ela está em BH com Eduardo Costa. Saiu na quinta de Vitória, de avião, fez escala em SP e de lá foi pra BH.” Então, o cantor Eduardo Costa se pronunciou. Segundo ele, o casal já estava separado e ele “nem ficou direito” com Mariana. Confira:

“Isso é tudo lenda desse cara… Ela não largou os três filhos, ela foi caçar um apartamento lá em Vitória e não tinha como levar os filhos. O mais normal é deixar os filhos com o pai[…]Não tem nada disso, ela já estava separada do cara há três meses. Só que eles moravam no mesmo ambiente, mas dormindo em quartos separados. Pelo menos, foi isso que a Mariana me falou[…]O que ele está falando é conversa para boi dormir. Não estamos namorando, estamos nos conhecendo. Fico chateado e preocupado pelos filhos. Ela jamais abandonaria os filhos.”

Da Redação do Acontece na Bahia

 

Tag(s): , .

Categoria(s): Artistas, Nacional.

Comente: