Dono do prédio que desabou no Rio de Janeiro confirma que construção era irregular

Uma notícia está sendo destaque neste sábado (05). O dono do prédio que desabou no Rio de Janeiro na última quinta-feira , o Genivan Gomes, confessou a policia que a construção era irregular. O desabamento deixou quatro mortos, entre eles, o filho e a neta do dono. Genivan ainda relegou que o vidro de uma janela estorou há 15 dias sem nenhum motivo aparente.

O homem procurou a delegacia voluntariamente, sem precisar ser intimado. Em seu depoimento ele revelou que comprou há 25 anos o terreno e a construção era feita aos poucos, conforme conseguia pagar.

“Toda a construção teria sido paga com recursos próprios e contratação de pedreiros, segundo Genivan. Indagado pelos policiais, ele afirmou “que nunca foi feita uma planta do imóvel ou contratado profissionais especializados”.

Ele também completou dizendo que não possui escritura do imóvel, apenas o documento de posse dele e que a construção foi para que seus familiares tivessem onde morar, sem precisar pagar aluguel.

O prédio tinha quatro andares e estava localizado em Rio das Pedras, no Rio de Janeiro. O prédio desabou durante a madrugada. Moradores dos prédios próximos precisaram sair das suas casa e a área segue interditada. Um incêndio também aconteceu, mas foi controlado logo em seguida.

 

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque.

Comente: