Dona de casa morre ao lado do marido enquanto aguardava ambulância em sua residência, vítima de covid 19;

Mais um caso triste vem sendo noticiado nas redes socias neste domingo (21/2). Isto porque Nara Regina Rosa, de 41 anos, morreu vítima de covid 19 junto ao marido André Tavares Frassetto, na última sexta-feira (19/2), no bairro Capoeiras, em Florianópolis.Segundo os registros foram no mínimo seis ligações ao SAMU antes de Nara perder a luta para o coronavírus. 

Fazendo parte do grupo de pessoas de risco, a dona de casa tinha uma doença rara no pulmão conhecida como Boop (Bronquiolite Obliterante com Pneumonia em Organização) até que de forma preocupante testou positivo à covid 19 no domingo (14/2), depois de apresentar dificuldades respiratórias incomuns. 

A dona de casa chegou a ser encaminhada ao Hospital Florianópolis, referência no tratamento da covid 19 na Capital, e foi liberada para monitoramento em casa após se submeter a exames médicos. As informações indicam que o hospital atuava no limite de sua capacidade. 

“Os exames deram bons, a única coisa que pegou foi a pressão, por causa dos remédios”, comenta André. Houve uma mancha no pulmão identificada nos exames, porém os médicos julgaram ser em decorrência da doença que Nara tinha. André também destacou que a esposa estava respirando melhor até que na noite de quinta-feira (20) sentiu fortes dores na região onde foi verificada a mancha. Disse ainda que fez massagem e deu medicação à esposa. Mas não é só isso… 

“Ela tava me agradecendo, parecia que ela estava se despedindo de mim”, conta André. 

Nara apresentou piora às 5h48 e depois de várias tentativas de chamar a ambulância o marido já realizava massagens cardíacas na esposa a fim de mantê-la viva. Por sua vez a ambulância não dispunha de oxigênio para a paciente. 

Às 6h11, André havia perdido a esposa. Nara, que era aposentada por invalidez e tinha medo de contrair o coronavírus deixa marido e três filhos. 

 

Da redação do Acontece na Bahia    

 

   

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional, Social.

Comente: