Diretor natural de Mairi tem projeto premiado no Festival de Sundance

O diretor e roteirista Aly Muritiba, natural de Mairi, foi um dos premiados pelo Sundance Institute, nesta terça-feira, 22 de janeiro de 2013. Seu primeiro projeto de longa, “O Homem que Matou a Minha Amada Morta”, que deve começar a ser rodado em outubro em Curitiba, onde Aly Muritiba mora, ganhou o Global Filmmaking Award no Festival de Sundance, criado pelo ator Robert Redford.

O mairiense receberá US$ 10 mil (R$ 20 mil) para investir no aprimoramento do roteiro, acesso a reuniões criativas do instituto, participação em um laboratório de longas-metragens e um ano de orientação dos professores de Sundance.

Selecionado em uma lista preliminar para disputar o Oscar 2013 de melhor curta em live-action por “A Fábrica” –que ficou de fora dos cinco finalistas–, Aly Muritiba agora prepara seu longa de estreia. “O Homem que Matou Minha Amada Morta” é sobre um marido de luto pela morte da mulher até descobrir um vídeo que muda toda sua perspectiva de vida.

Aly Muritiba nasceu em Mairi-BA, em 20 de fevereiro de 1979, é filho de Ailton da Brahma e Vera Lúcia Silva Muritiba. Em 1998 mudou-se para São Paulo e atualmente mora em Curitiba.

Fonte: Blog Agmar Rios.

Categoria(s): Nacional.

Comente: