Diretor do Hospital de Baixa Grande tenta intimidar o vereador Hélio Gonçalves e constrange professora

 

Vereador Hélio Gonçalves popular Bengo.

Um site de notícias da região de Baixa Grande, publicou hoje dia 01 de Março, informações da repercursão da sessão da Câmara Municipal de Baixa Grande  no dia 28 de Fevereiro. Informando que o vereador poderá ser processado por conta de uso da tribuna livre em que aborda temas relacionados a saúde de Baixa Grande. Segundo a Constituição Federal o vereador goza de inviolabilidade por suas palavras na circunscrição do município e no exercício do mandato. O fato se deu quando o site Bacia do Jacuipe publicou matéria com uma entrevista do médico e diretor do HMBG Juliano Alves Queiroz.

A situação dos serviços de saúde de Baixa Grande estão deixando a população sem proteção social e  a saúde de Baixa Grande que já foi referência regional hoje deixa a desejar. É constante as reclamações de falta de marcação de consultas especializadas, transporte para exames em outros municípios, requisição e médicos especialistas para atender a população. A quem diga que a administração municipal usa esta tática para tirar a atenção das inúmeras queixas de  má administração do setor de saúde de Baixa Grande. Interessante é notar que nenhum ato oficial ou público deveria ser adotado sem o pronunciamento da secretária de saúde de Baixa Grande, e este fato não ocorreu na matéria publicada e nem se deu através da assessoria de comunicação do município.

Pior da Bahia.

Indice do governo da Bahia que aponta a saúde de Baixa Grande como a pior da Bahia.

A saúde de Baixa Grande figura no ranking de índices da Bahia como a última colocada, segundos dados da SEI, orgão do governo da Bahia.  O que deixa claro que esta equipe de governo que está há muito anos no poder não sabem  governar corretamente.

Apoio Popular. O Vereador Hélio Goncalves e os vereadores de oposição tem o respeito da população para fazer as denúncias e mostrar a população de Baixa Grande os descasos da Administração Municipal.  Um internauta escreveu:  “espero q o vereador tambem não recue, baixa-grande não merece isso, tão menos a população, chega de varrer o lixo pra debaixo do tapete. respeito è bom e todo mundo gosta. estamos de olho.”

Constrangimento: O site ainda publicou copia de ato administrativo privativo  citando incidente com a professora Ábia Teixeira Silva. Por ser matéria privativa e expor a cidadã a constrangimento público, um especialista consultado,  diz que a professora, se desejar, pode processar o site e o município por danos morais.

O Vereador Hélio foi procurado por nossa reportagem e afirmou: “Quanto mais eles tentarem defender os erros deles vai ser pior, pois o povo sabe o que está acontecendo muito descaso com a saúde de Baixa Grande.”

 

Da Redação.

Categoria(s): Regional.

Comente: