Desmentindo fake news sobre morte de Lázaro, polícia afirma que homem segue vivo e foragido

Na noite desta quarta-feira (16/6), começou a circular nas redes sociais a notícia de que o autor da chacina em Ceilândia, Lázaro Barbosa, 32 anos, havia sido morto em uma troca de tiros com agentes de forças de segurança. No entanto, as polícias Civil e Militar do Distrito Federal e de Goiás desmentiram a informação. Até a última atualização desta reportagem, às 21h40, o psicopata continuava foragido.

“Lázaro ainda não foi encontrado. Permanece vivo e foragido da polícia. Todos os nossos esforços estão voltados, neste momento, para capturá-lo”, afirmou o delegado-geral da PCDF, Robson Cândido.

A PMDF também confirmou que a informação é inverídica.

A coalização reduziu as buscas ao suspeito em uma região de 10 quilômetros numa mata do município de Edilândia, no Entorno do DF. A caçada já dura oito dias e conta com a mobilização de mais de 200 homens.

Categoria(s): Destaque.

Comente: