Depois de 6 dias de buscas, acusado de matar esposa, enteada e fazendeiro invade outra fazenda e depois se entrega para a polícia

O caseiro conseguiu se esconder na mata por 6 dias. Contudo, agora resolveu se entregar

Wanderson Mota Protácio, de 21 anos, é o principal acusado de tirar a vida da própria mulher, que estava grávida, da enteada dela e de um fazendeiro. Depois de se esconder por cerca de 6 dias na mata e provocar bastante temor na região, Wanderson finalmente foi preso. Ele decidiu se entregar à polícia em Gameleira de Goiás, neste sábado. Mas não termina aí.

De acordo com o portal Globo, uma fazendeira da região foi surpreendida por Wanderson na manhã de hoje. Era por volta de 6h quando ele adentrou à casa dela com um revólver e chegou a apontá-lo para a fazendeira. Contudo, ela consegui conversar com ele. Ainda segundo o portal, a fazendeira relatou:

“Eu estava dormindo, a janela estava meio aberta na minha fazenda. Aí ele chegou com o revólver, apontou a arma e eu pedi calma, falei pra ele ficar tranquilo que eu iria ajudá-lo.”

Entenda o caso

De acordo com informações preliminares, Wanderson Mota Protacio, de 21 anos, teria matado mulher e a enteada no último domingo, numa fazenda próxima de Corumbá, também em Goiás. Em seguida, ele teria roubado a arma do patrão e tirou a vida de um outro fazendeiro, que tinha 73 anos. A mulher desse fazendeiro também teria sido atingida por um disparo, mas se fingiu de morta e conseguiu sobreviver. Mas não termina aí.

Logo em seguida, o homem se apropriou da caminhonete do fazendeiro e fugiu no sentido Abadiânia. Já na cidade, o acusado teria aproveitado para fazer algum dinheiro vendendo objetos que teria levado nessa caminhonete. Então, a história começou a se espalhar e as autoridades iniciaram uma força-tarefa com maias de 50 homens para encontrá-lo.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Comente: