Connect with us

Nacional

Como resolver DE UMA VEZ a dívida com o cartão de crédito

...

Quem nunca teve uma dívida para resolver? Algumas delas podem ser boas, como é o caso de compra de imóvel ou veículo, por serem necessárias e terem uma utilidade prática, mas outras podem inviabilizar muita coisa em nossa vida, como é o caso do acúmulo de compras no limite do cartão de crédito. Muitas pessoas precisam de uma ajuda para sair do vermelho. Se você é um deles, confira essas regras e passos para sair do vermelho e nunca mais ter problema com seu cartão.

Evite o pagamento mínimo da fatura: a primeira vista essa parece ser uma solução ideal, mas o que parece simples pode se tornar um transtorno. No pagamento mínimo não se resolve o que está em aberto, e além do acréscimo de taxas e juros, a próxima fatura será cumulativa, contendo toda a parte não paga mais a parte referente ao mês.

Seja prudente, a sinceridade consigo mesmo é essencial para a resolução das suas dívidas. Saber quantos cartões vai ter, quando são realizados os pagamentos, acompanhar via extrato de compras, guardar os canhotos e comprovantes de compras e realizar somas e contas para um planejamento de gastos.

Não atrase o pagamento: O ideal é ter um cartão com vencimento próximo ao dia do pagamento do salário, pois, assim pode organizar e fazer com que a fatura caia justamente quando tem dinheiro em mãos. O ideal então é que seja em dois ou três dias após o pagamento, evitando atrasos.

Em caso de atraso ou problemas relativos ao não pagamento total da fatura, o ideal é realizar um empréstimo consignado, pois eles geralmente têm juros mais baixos quando comparados com o da operadora do cartão.

Caso não tenha disponibilidade de realizar empréstimos ou se na cotação o juro não esteja baixo, realize o parcelamento da fatura. Como dito antes, o pagamento mínimo e o crédito rotativo são acumulativos e além das taxas que irá pagar, a fatura seguinte irá juntar os saldos não quitados. Já com o parcelamento, mesmo com taxas e juros, é quase sempre uma melhor opção, pois você irá conseguir parcelar a dívida sem maiores transtornos, e ter um tempo maior para se reorganizar, mas claro, é importante sempre averiguar as taxas e comparar qual será o ideal.

Por último, tenha preferência por dinheiro ou cartão de débito: talvez o maior erro do usuário de cartão de crédito é tornar-se totalmente dependente dele, ou seja, utilizá-lo para tudo e qualquer compra. Isso só indica que você pode perder o controle, ainda mais se você não acompanha suas compras e o seu cartão já estiver com um limite de compra maior do que o seu rendimento mensal.

Gostou das nossas dicas de organização financeira? Conta para a gente nos comentários.

Continue Lendo
Publicidade

Acontece Na Bahia - Copyright © 2019.