Com marcas de espancamento, bailarino integrante do Balé do Teatro Castro Alves é encontrado morto em Salvador

Nessa quinta-feira (24) circulou nas redes uma triste notícia. A polícia Civil identificou o corpo encontrado ontem em apartamento na Pituba, em Salvador. O corpo é do bailarino Ajax Vianna, de 60 anos.

Ajax fazia parte do conhecido Balé do Teatro Castro Alves (BTCA) e seu corpo foi encontrado no apartamento onde morava, na Avenida Professor Magalhaes Neto.

O corpo de Ajax apresentava diversas marcas de espancamento e a Polícia Civil considera o companheiro de Ajax, um homem de 27 anos, como o principal suspeito do crime.

Assim, O homem foi detido na tarde de ontem (23) e encaminhado para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).  Nesse contexto, Ele já tem passagens na polícia por estupro de vulnerável e um mandado de prisão em aberto.

O Balé do Teatro Castro Alves, grupo cujo Ajax fez parte por 38 anos, manifestou-se através da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult) com uma nota de pesar.

NOTA DE PESAR – AJAX VIANNA

“A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia lamenta o falecimento do coreógrafo e bailarino Ajax Vianna, integrante do Balé Teatro Castro Alves (BTCA). Ajax Vianna nasceu em Salvador e começou seus estudos de dança na segunda metade dos anos 1970, na Escola de Ballet Ebateca. Passou ainda pela Escola de Dança Cultura Física e pelo Ballet Bahiano de Tênis. Também fez parte do grupo de dança Frutos Tropicais. Entre fins dos anos 1970 e início dos anos 1980, chegou a ganhar 18 concursos de dança de discoteca, ritmo que imperava naquele momento, tanto que ficou conhecido como o “John Travolta da Bahia”.  Entrou para o BTCA no ano de 1982, dedicando-se à instituição ao longo de 38 anos. A SecultBA manifesta suas condolências aos amigos, familiares, e a todo o corpo artístico do BTCA.”

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque.

Comente: