“Cloroquina é igual a ateu quando o avião começa a cair, daí lembra de Deus” diz Bolsonaro em comparação

Na última sexta-feira, dia 4, o presidente Jair Bolsonaro voltou a fazer declarações polêmicas sobre a cloroquina. Dessa vez, ele comparou o uso do remédio a ateus dentro de um avião no momento da queda.

“A cloroquina é igual a ateu quando o avião começa a cair, daí lembra de Deus. Ai, meu Deus do céu, o avião tá caindo. A cloroquina é a mesma coisa. O que tem pra tomar?

Além disso, Bolsonaro afirmou que várias outras pessoas do planalto testaram positivo, mas usaram o remédio e não chegaram a ser internadas. Ele também falou que se a mãe dele contraísse a doença, já teria um médico pronto para receitar o remédio: “Se minha mãe pegar o vírus já tem médico certo que vai receitar pra ela a cloroquina. Eu não tô receitando pra ninguém, procure um médico. E se o médico não satisfazer vocês, troca de médico. Quando o cara tá vendendo cerveja cara no botequim você não vai a outro? Troca o botequim.”

Da Redação do Acontece na Bahia.

Categoria(s): Nacional.

Comente: