“Da minha parte está definido”, diz Bolsonaro sobre Eduardo virar embaixador

Após dias de especulação sobre a indicação do filho Eduardo ao cargo de embaixador nos Estados Unidos da América, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) disse que “da minha parte está definida [a indicação]”. A declaração foi dada após reunião ministerial, realizada na manhã desta terça-feira (16/7), no Palácio da Alvorada.

“Da minha parte está definido. Conversei com ele [Eduardo] anteontem, há interesse. É uma tremenda responsabilidade. Se tiverem argumentos contrários, que não seja isso que se diz por aí, chulo, eu estou pronto”, declarou.

Bolsonaro disse que um embaixador filho de um presidente teria um tratamento diferenciado no país em que trabalhasse. “Tem um caminho todo grande pela frente. Tem um termo técnico para os Estados Unidos verem se tem alguma coisa contra [a nomeação]. Tem que conversar com o Parlamento”, afirmou.

O presidente disse que conversou com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), sobre a indicação, mas não deu maiores detalhes. Para ser alçado ao cargo, um candidato a embaixador deve ser sabatinado e aprovado em uma comissão e no plenário do Senado.

“O Senado vai sabatiná-lo e decidir e ponto final. Se não for aprovado, ele fica na Câmara. Ele tem palestras fora do Brasil em outras línguas. É presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional. É uma pessoa que está qualificada”, defendeu Bolsonaro sobre a capacitação do filho.

Horas antes, o presidente agiu com bom humor ao responder novas perguntas sobre a indicação. “Eduardo é meu filho, fala inglês, fala espanhol, tem uma vivência internacional muito grande. E frita hambúrguer também, tá legal?”, disse, sorrindo aos jornalistas.

O presidente fez uma menção ao fato de Eduardo ter citado na semana passada que poderia ser embaixador por já ter fritado hambúrguer e feito intercâmbio nos EUA, além de ter sido elogiado pelo presidente dos EUA, Donald Trump, na visita da comitiva brasileira ao país.

Ele ainda disse que “se botar na ponta do lápis”, o filho vai perder “muito mais do que ganhar”. Caso seja aceito como embaixador, Eduardo terá de abrir mão do cargo na Câmara.

(Fonte:Aratu On)

Categoria(s): Regional.

Prazo para participar da lista de espera do ProUni acaba nesta terça-feira; saiba mais

Termina nesta terça-feira (16/7) o prazo para participar da lista de espera do Programa Universidade para Todos (ProUni). A adesão é feita na página do programa, pela internet. A relação dos candidatos em lista de espera será divulgada na quinta-feira (18).

Podem participar da lista de espera os candidatos que não foram selecionados na primeira opção de curso feita na hora da inscrição em nenhuma das duas chamadas regulares do programa.

Além disso, podem participar aqueles que foram selecionados para a segunda opção, mas cuja turma não foi formada. Esses estudantes concorrem a vagas para a primeira opção de curso.

Devem concorrer a vagas para a segunda opção de curso aqueles cujas turmas da primeira opção não foram formadas ou as bolsas da primeira opção não foram disponibilizadas.

Todos os candidatos participantes da lista terão que comparecer, entre os dias 19 e 22 de julho, às respectivas instituições para apresentar a documentação para comprovação das informações prestadas na inscrição.

A lista de espera será usada pelas instituições de ensino para preencher as vagas que, após a primeira e a segunda chamadas, permanecerem disponíveis.

ProUni

Ao todo, serão ofertadas para o segundo semestre deste ano 169.226 bolsas de estudos em instituições particulares de ensino superior, sendo 68.087 bolsas integrais, de 100% do valor da mensalidade, e 101.139 parciais, que cobrem 50% do valor da mensalidade.

As bolsas integrais são destinadas a estudantes com renda familiar bruta per capita de até 1,5 salário mínimo. As bolsas parciais contemplam os candidatos que têm renda familiar bruta per capita de até 3 salários mínimos.

O ProUni é voltado para candidatos que não tenham diploma de curso superior e que tenham participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018.

Os estudantes precisam ter cursado o ensino médio completo em escola pública ou em instituição privada como bolsistas integrais. É preciso ainda ter obtido nota mínima de 450 pontos na média aritmética das notas nas provas do Enem.

Também podem se inscrever no programa estudantes com deficiência e professores da rede pública.

(Fonte:Aratu On)

Categoria(s): Regional.

Eclipse lunar poderá ser visto de todo o Brasil nesta terça; confira como

Duas semanas depois do único eclipse solar de 2019, os brasileiros terão a chance de acompanhar um eclipse lunar parcial. Nesta terça-feira (16/7), será possível assistir ao fenômeno de qualquer canto do Brasil.

Eventos como estes acontecendo em curtos intervalos de tempo são raros. Diferente do eclipse solar, o eclipse lunar não precisa de equipamentos sofisticados para ser observado, podendo ser admirado até a olho nu. A extensão deste eclipse será tão grande que os únicos lugares que não conseguirão ver o fenômeno são a América do Norte e a Sibéria.

No eclipse parcial, como o de hoje, o alinhamento entre o Sol, a Terra e a Lua não é perfeito, o que significa que apenas uma parte da Lua acaba coberta. No caso de um eclipse total a Lua fica completamente escondida graças ao alinhamento perfeito entre as três partes. O eclipse começará cedo e estará visível assim que a Lua ‘nascer’, por volta das 17h30 (de Brasília). O ápice do fenômeno será às 18h30 e o final por volta das 20h.

Em janeiro, o Brasil pôde observar um eclipse lunar total, mas o próximo deste tipo, com boa visualização do Brasil, acontecerá somente no final de 2021. Por isso, ainda que o desta terça-feira seja apenas parcial, não perca a oportunidade de acompanhar o fenômeno.

(Fonte:Aratu On)

Categoria(s): Regional.

Tiro interrompe show do Parangolé durante comemorações do aniversário de Juazeiro

O show da Banda Parangolé, que aconteceu no município de Juazeiro, na noite do último domingo (14/7), durante comemoração de aniversário da cidade, foi interrompido, após uma pessoa disparar um tiro de revólver, no meio da multidão.

Parte da ação foi registrada em um vídeo, feito por celular, que passou a circular nas redes sociais. Momentos antes do estampido, é possível ver que o cantor Toni Salles parece perceber que algo de errado acontecia e, mesmo cantando, grita: “parceiro!”, dando a ideia de querer evitar alguma coisa.

Logo em seguida, vem o disparo e o público inicia uma correria. De acordo com o site Petrolina Notícias, policiais militares apreenderam, no local, um adolescente portando um revólver calibre 32. Ainda, segundo a publicação, o menor confessou ter realizado o disparo na direção de um homem que teria assediado sua namorada, mas essa pessoa não foi localizada.

(Fonte:Aratu On)

Categoria(s): Regional.

Maria pioneira: conheça a história da primeira mestre de obras da Bahia

Maria do Amparo Xavier, 63, emprestou seu nome para projeto que capacitará mulheres para a Construção Civil

“Entrei para varrer e disse: eu vou ser mestre de obras. Enfrentei tudo e cheguei lá”. Foi assim que se apresentou Maria do Amparo Xavier, 63, a primeira mestre de obras do estado da Bahia, que sonha em ver mais mulheres tomando os canteiros. Sorridente e feliz, dona Maria emprestou seu nome ao projeto ‘Marias na Construção’ que capacitará mulheres para trabalhar no setor em Salvador. “Quando é para falar de Construção Civil a gente tem que sorrir não é?”, questiona enquanto conversa com a reportagem do CORREIO.

O caminho de 49 anos no setor começou cedo, aos 14 anos. A escolha pela construção civil partiu de um sonho de Maria, que queria dar a sua família, natural de Camassandi, no município de Jaguaribe, uma vida melhor. “A minha família é muito pobre e eu morava numa casa de palha. Quando eu conheci uma casa de construção eu me apaixonei. E entendi que eu precisava aprender a fazer aquele trabalho porque eu precisava colocar a minha mãe e meus irmãos dentro de uma casa de verdade”, conta a mestre de obras.

Determinada, como demonstra sua fala assertiva, a então adolescente decidiu sair de casa e enfrentar a desconhecida cidade grande. No início da década de 70, quando Maria do Amparo chegou a Salvador, essa não era uma tarefa fácil. Por vezes, e durante muito tempo, ela foi a única mulher dentre todos os trabalhadores de uma obra. O início, aliás, não foi como ela sonhou. “Na época não tinha mulher na obra, a não ser para lavar banheiro, fazer café, e não era isso que eu queria, mas como eu precisava entrar na obra, então o que eles me dessem estava bom. Eu entrei para varrer a obra”, lembra ela.

Uma vez dentro dos canteiros, Maria do Amparo foi atrás do seu sonho. A baixinha de 1,60 foi conquistando seu espaço até ocupar o cargo mais alto dentre os operários da construção civil. Para D. Maria, não tem tempo ruim. Ela se orgulha em contar que aprendeu todos os ofícios do setor e trabalhou em obras das maiores construtoras do estado, como por exemplo a construção do metrô soteropolitano. “Eu faço tudo! Armadora, carpinteira, soldadora, pinto, faço parte elétrica. Eu gosto de botar a mão na massa”, bate no peito pra dizer.

Como nem tudo são flores, D. Maria lembra que precisou enfrentar um temido obstáculo em um ambiente dominado por homens: o machismo. Depois de anos sem sofrer qualquer resistência dos colegas, a história de preconceito de Amparo ocorreu em 2006. Ela conta que estava em uma grande obra em Salvador quando um gerente nacional da construtora chegou para comandar os trabalhos.

“Ele disse: Mulher nunca trabalhou comigo na frente de obra, você não vai ser a primeira. A partir de hoje você vai lavar os banheiros dos peões, olhando para o céu e contando as estrelas Eu disse: não vou mesmo”, detalha.

Maria lembra que saiu da sala consciente de que havia sofrido um assédio e não se fez de rogada. Mesmo sem testemunhas para comprovar seu depoimento, a mestre de obras procurou as autoridades competentes e denunciou o caso. Depois de idas ao Ministério Público, Sindicato, e à justiça, ela conseguiu que a empresa fosse condenada em todas as instâncias, pela discriminação e preconceito que sofreu. O tal gerente, ela lembra, mesmo com cargo nacional e 38 anos de empresa, foi demitido. “Ele me viu pequeninha, numa obra daquele tamanho, não estava acostumado. Às vezes o homem se incomoda com o sucesso da mulher”, acredita ela.

Apesar da única história de preconceito de sua longa caminhada. Maria do Amparo não acredita que episódios como esses devem parar qualquer mulher que queira conquistar o seu espaço, nessa ou em qualquer outra área, mesmo nas profissões dominadas pelos homens. “Onde o homem estiver a mulher também pode estar. A mulher é tão boa na construção civil quanto o homem. O homem acha que só tem a força, mas a mulher tem a força, o perfeccionismo, e amor ao seu trabalho”, defende.

A crença de Amparo é tão forte que ela resolveu encontrar uma maneira de ajudar na prática. Além de querer participar ativamente do projeto que ajudou a batizar, ela é a atual secretária de políticas para as mulheres do Sindicato da Construção Pesada e Montagem Industrial (Sintepav-Ba). “Eu continuo lutando para colocar as mulheres no mercado de trabalho, indo a tudo que é canteiro de obras para fiscalizar, ver como estão sendo tratadas as mulheres”, diz ela.

Chefe de uma família de mulheres, com uma filha e duas netas, ela deixa um recado, para quem sonha como ela. “Não desista do seu sonho, vá trabalhar no que você quiser, na Construção Civil ou em qualquer lugar. Estando na obra, entre linda e saia linda, porque nós temos esse direito”.

Hoje, a mestre de obras se orgulha de ter conseguido, com o seu trabalho, tirar do interior toda a família. Mãe e irmãos hoje moram, como ela sonhou, em casas de construção. “A Construção Civil foi e é muito importante”, diz ela emocionada, mas sem tirar o sorriso do rosto.

(Fonte:Correio 24h)

Categoria(s): Regional.

“Não existo mais”, diz ex-noivo de blogueira que morreu no Rio

No final de semana, Alinne Araújo disse que o noivo terminou o relacionamento por mensagem e que iria manter cerimônia e se casar sozinha

Orlando Costa Junior, ex-noivo da blogueira Alinne Araújo, disse, nesta terça-feira (16), em uma rede social, que está “acabado” após saber do suicídio da jovem na segunda-feira (15). Os dois iam se casar no domingo (14), mas segundo uma postagem de Alinne em sua página na internet, o noivo terminou o relacionamento um dia antes da cerimônia.

“Fui pega de surpresa, quis morrer, ele sempre soube da minha condição e não se importou em como eu estaria. Eu recebi a notícia estava dirigindo, tive uma crise no volante, larguei meu carro e me atirei numa via expressa, mas papai do céu é bom e me salvou mais uma vez”, escreveu ao anunciar que manteria a celebração e casaria consigo mesma.

Após a morte da jovem, o perfil de Orlando foi atacado nas redes sociais e muitas pessoas o culparam pelo ocorrido. Ele excluiu a página antiga e criou uma nova, onde publicou uma foto com Alinne dizendo que se pronunciaria em uma live e disse estar de luto.

Já na manhã de hoje, ele publicou uma selfie e disse na legenda que está “tentando escrever. Assim que eu tiver forças, eu explico melhor, só posso adiantar que eu não existo mais, estou acabado”.

(Fonte:R7)

Categoria(s): Regional.

Suspeito de tentar matar ex-mulher em São Gabriel, ‘Tonhão’ é preso em Jussara

Ele foi detido na noite desta segunda (15), no distrito de Recife, interior do município.
O suspeito de tentar matar a ex-mulher a facadas na cidade de São Gabriel, foi preso na noite desta segunda-feira (15). De acordo com a Polícia Civil de Irecê, o acusado, Antônio Carlos de Figueiredo ‘Tonhão, 43 anos, foi preso por volta das 20h30, no distrito de Recife – município de Jussara – após mandado de prisão expedido pela Justiça da Comarca de Irecê. ‘Tonhão’ estava foragido desde o dia do crime, na última sexta-feira (12) e era procurado pela polícia.

A vítima, Gilmária Rocha da Silva Figueiredo, 38 anos, estava na escola municipal Rosemiro Abreu – bairro Mançambão – onde trabalha como secretária, quando foi atingida, por volta das 7h30. Ela foi socorrida e encaminhada ao Hospital Regional de Irecê pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), em estado grave.

De acordo com informações de familiares, Gilmária foi casada com Antônio Carlos por cerca de 20 anos. Há mais de dois anos o casal estava separado, mas ele, ainda de acordo com familiares, não aceitava o fim do relacionamento. Na manhã da ultima sexta-feira (12), ele foi até a escola e tentou matar a ex-mulher a facadas. A secretária permanece internada no Hospital Regional de Irecê, após passar por cirurgias. Seu estado de saúde é considerado estável, não corre risco de morte.

O caso segue investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa – DHPP da 14ª Coordenadoria Regional de Polícia Civil em Irecê.

(Fonte:Irecê Notícias)

Categoria(s): Regional.

Toffoli suspende inquérito com dados do Coaf a pedido da defesa de Flávio Bolsonaro

Presidente do STF estendeu decisão a todas as investigações embasadas em informações compartilhadas pelo Coaf e pelo Fisco sem autorização judicial. Decisão vale até 21 de novembro.

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, acolheu pedido da defesa do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) – um dos cinco filhos do presidente Jair Bolsonaro – e suspendeu temporariamente todas as investigações em curso no país que tenham como base dados sigilosos compartilhados pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) e da Receita Federal sem autorização da Justiça.

Ministro responsável pelo plantão no recesso do Judiciário, o presidente da Suprema Corte assinou a decisão nesta segunda-feira (15), mas o conteúdo foi divulgado nesta terça (16).

Ele determinou que, a contar da data da decisão, todos os processos que discutem provas obtidas pelo Fisco e pelo Coaf sem autorização judicial devem esperar decisão definitiva da Corte. O julgamento que irá analisar o caso está marcado para 21 de novembro.

No fim de 2018, relatório do Coaf apontou operações bancárias suspeitas de 74 servidores e ex-servidores da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). O documento revelou movimentação atípica de R$ 1,2 milhão na conta de Fabrício Queiroz, que havia atuado como motorista e assessor de Flávio Bolsonaro à época em que o parlamentar do PSL era deputado estadual.

A investigação que envolve o filho de Jair Bolsonaro faz parte da Operação Furna da Onça, desdobramento da Lava Jato no Rio de Janeiro que prendeu dez deputados estaduais.

“Considerando que o Ministério Público vem promovendo procedimentos de investigação criminal (PIC), sem supervisão judicial, o que é de todo temerário do ponto de vista das garantias constitucionais que assistem a qualquer indiciado ou a qualquer pessoa sob investigação do Estado, revela-se prudente ainda suspender esses procedimentos que tramitam no território nacional e versem sobre o mesmo tema, de modo a evitar eventual usurpação de competência do Poder Judiciário”, escreveu Toffoli em trecho da decisão.
“Deve ficar consignado, contudo, que essa decisão não atinge as ações penais e/ou procedimentos investigativos (Inquéritos ou PIC’s), nos quais os dados compartilhados pelos órgãos administrativos de fiscalização e controle, que foram além da identificação dos titulares das operações bancárias e dos montantes globais, ocorreram com a devida supervisão do Poder Judiciário e com a sua prévia autorização”, complementou o presidente do STF no despacho.

Toffoli decidiu estender a decisão a todos os casos semelhantes porque entendeu que era possível aplicar nesta decisão a “repercussão geral” – instrumento jurídico que estabelece a mesma decisão a todos os processos em andamento no país.

“Não convém, por conseguinte, manter a atuação cíclica da máquina judiciária no tocante a tais demandas que veiculam matéria semelhante, até que a Corte se pronuncie em definitivo sobre a questão, que, registro, já tem data definida para o seu julgamento pelo plenário no calendário da Corte, a dizer, 21/11/19.”

Em janeiro, o ministro Luiz Fux – vice-presidente do Supremo – mandou suspender provisoriamente, durante o período em que estava à frente do recesso judiciário, o procedimento investigatório instaurado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro para apurar movimentações financeiras de Fabricio Queiroz consideradas “atípicas” pelo Coaf. Na ocasião, Fux também havia atendido a um pedido da defesa de Flávio Bolsonaro.

À época, Fux enviou imediatamente o caso ao relator do processo no STF, ministro Marco Aurélio Mello. Ao retornar das férias de janeiro, Marco Aurélio negou o pedido do senador do PSL para suspender a investigação.

Flávio Bolsonaro e seu ex-motorista Fabrício Queiroz são alvos de procedimento investigatório do Ministério Público do Rio de Janeiro iniciado a partir de relatórios do Coaf. O conselho identificou uma movimentação suspeita de R$ 1,2 milhão na conta de Fabrício Queiroz e também na conta de Flávio Bolsonaro – em um mês, foram 48 depósitos em dinheiro, no total de R$ 96 mil, de acordo com o Coaf.

Os depósitos, concentrados no autoatendimento da agência bancária que fica dentro da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), foram feitos sempre no mesmo valor: R$ 2 mil.

De acordo com o Coaf, nove funcionários do gabinete de Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro transferiam dinheiro para a conta de Fabrício Queiroz em datas que coincidem com as datas de pagamento de salário.

Em maio, a TV Globo teve acesso ao pedido de quebra de sigilo bancário e fiscal de Flávio Bolsonaro e de outras 94 pessoas e empresas ligadas ao senador do PSL. No documento, o Ministério Público do Rio afirma que encontrou indícios de organização criminosa, lavagem de dinheiro e peculato no gabinete de Flávio na época em que ele era deputado estadual. O senador foi deputado estadual no Rio por quatro mandatos consecutivos.

(Fonte:G1)

Categoria(s): Regional.

Homem é preso após esconder meio quilo de cocaína embaixo de peruca

Um homem foi preso pela Polícia Nacional da Espanha após ser flagrado com meio quilo de cocaína escondido embaixo de uma peruca, que chamou a atenção dos agentes por seu “extraordinário” tamanho. “O engenho dos narcotraficantes não tem limite na hora de tentar burlar os controles”, afirmou o órgão em comunicado de imprensa divulgado nesta terça-feira (16/7).

O homem foi interceptado no aeroporto de El Prat, em Barcelona, durante sua chegada em um voo procedente de Bogotá, rota considerada “quente” pelos corpos de segurança espanhóis. A polícia calcula que o valor da droga apreendida, dependendo do nível de pureza e da forma de distribuição no mercado, poderia superar 30.000 euros.

(Fonte:Aratu On)

Categoria(s): Regional.

Moradora de Paulo Afonso completa 113 anos e pode ser a mulher mais velha do Brasil

Não é de hoje que a longevidade é um assunto que encanta as pessoas. Até mesmo na Bíblia Sagrada nós temos referência sobre a pessoa mais velha que já existiu na face da terra. Matusalém, personagem do Antigo Testamento, conhecido por ser o que mais viveu, pois teria falecido aos 969 anos. Filho de Enoque, pai de Lameque, avô de Noé é conhecido até os dias atuais.

Pois não é que o radialista e diretor da Rádio Angiquinho, Giuliano Ribeiro e o cinegrafista DJ D`juby, descobriram nesta segunda-feira, 15, a mulher mais antiga do Brasil e uma das mais antigas do mundo, segundo comparativo do site Wikipédia. Vamos agora fazer o processo para colocá-la no Livro dos Recordes (Guinness Book), disse Giuliano. Dona Inocência Vieira de Jesus é moradora da cidade de Paulo Afonso na Bahia. Baiana, negra, agricultora aposentada do Sertão do Nordeste. Sua festa de aniversário foi muito bonita, e ela completou exatamente 113 anos de vida.

Nascida no dia 15 de julho 1906, no Sítio Barra na também baiana cidade de Glória (antigamente Paulo Afonso, Forquilha, pertencia a esta cidade). Filha de Cícero e Joana Leite da Conceição (falecidos). Casou com Antônio Teotônio (esposo já falecido) e tiveram oito filhos sendo uma adotiva, apenas quatro filhas estão vivas, duas em São Paulo, uma no Rio de Janeiro e uma em Paulo Afonso. A mulher mais “velha” do Brasil tem dezesseis netos, trinta e quatro bisnetos, quinze tataranetos e um tetraneto.

Dona Inocência de Jesus (até no nome é abençoada), chegou aos sete anos na antiga Barroca, vinda de Glória, e depois foi para atual casa onde mora há 106 anos na localidade, conhecida como Pedra Comprida no Bairro Oliveira Brito em Paulo Afonso.

Alegre, lúcida, ela ainda tem disponibilidade para caminhar, não é portadora de nenhuma doença e tem uma memória invejável. Dona Inocência ainda lembra do seu tempo de infância e conta histórias de Lampião, Maria Bonita (sua conterrânea) e dos cangaceiros que viveram nesta região do Nordeste.

A mulher com mais idade no Brasil disse que o segredo para viver muito é comer alimentos naturais e sem veneno (agrotóxicos).

Durante a festa organizada por seus familiares, Dona Inocência de Jesus teve direito a um bolo com vela indicando sua idade de 113 anos. A supercentenária festou agradecendo a Deus por tudo o que já viveu. E quem pensa que ela está satisfeita, se engana. Ela quer viver muitos anos ainda pela frente.

(Fonte: PA4)

Categoria(s): Regional.