Polícia prende suspeita de mandar caixa com bombons envenenados para ex e a noiva dele em MG

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais neste domingo (26). As Polícias Civil e Militar em uma operação conjunta, prenderam uma mulher suspeita de envenenar cinco pessoas e um cão na cidade de Jaíba (MG). As vítimas começaram a passar mal após o consumo de chocolates que chegaram em uma caixa entregue por um taxista.

Duas das vítimas estavam com casamento marcado para este final de semana. Mais duas pessoas adultas e uma criança de dois anos também foram envenenadas. A suspeita presa é ex-companheira do noivo. As vítimas receberam atendimento médico nessa quinta-feira (23) e a polícia prendeu a mulher acusada do crime nessa sexta-feira (24).

A identidade da suspeita não foi revelada. Segundo a polícia, um taxista deixou uma caixa que continha bombons e taças para a noiva. As vítimas comeram os chocolates pensando que se tratava de um presente. O cão foi o primeiro a passar mal e se debater.

A polícia conversou com as vítimas e familiares e chegou a ex-companheira do noivo como possível pessoa responsável por ter enviado a caixa com chocolates, já que não aceitava o fim de seu casamento.

A investigação está em andamento e a polícia tem levantado informações, além de analisar imagens de câmeras de monitoramento. As vísceras do cachorro também foram analisadas e é aguardado um laudo pericial para dizer qual foi a substância colocada nos bombons. O delegado de polícia, Marconi Vieira, representou pela prisão preventiva da suspeita que foi encontrada em sua casa. Também foi cumprido no local um mandado de busca.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Mãe faz ‘chá de revelação de DNA’ para mostrar que ex-companheiro é pai de seu filho

Uma notícia tem repercutido nas redes sociais neste domingo (26). Um caso curioso aconteceu em Palestina de Goiás, sudoeste de Goiás, após a estudante de enfermagem Vanda Ferreira Costa, 38 anos, fazer um ‘chá de revelação de DNA’ para mostrar que o ex-companheiro é pai de seu filho. O vídeo gravado por ela viralizou nas redes sociais e mostra que o homem é de fato pai do bebê.

Como o pai do Antônio Mikael pediu o DNA, fizemos. Se der positivo, quando eu estourar o balão azul, vai aparecer a fotinha do papai e da mamãe no período da gestação”, contou Vanda no vídeo.

A mulher contou que fez o vídeo para mostrar que ela estava certa em sua afirmação em relação à paternidade de seu filho. O vídeo foi divulgado nessa quinta-feira (24) e já alcançou mais de 137 mil visualizações.

A gente mora em uma cidade muito pequena. O pessoal ficava comentando que não era filho dele. Ficava falando que era filho de ‘tiquinho de um e tiquinho de outro’. Isso me machucava muito. Por isso gravei, só não esperava que teria tanta repercussão”, disse a estudante.

Luis Antônio contou apenas que pediu um exame de DNA quado a criança nascesse e afirmou que Vanda disse que não iria fazer pois a criança não seria dele. V anda contou que o começo da gravidez foi muito difícil e que houve muitos boatos, o que levou ao fim do relacionamento com Luis Antônio.

Vanda disse que acionou a justiça para que Luis pague a pensão do filho.“Agora com o DNA em mãos, estou aguardando uma nova audiência para realizar os acordos”, contou.

Além da gestação complicada e cheia de comentários, Vanda foi diagnosticada com a Covid-19 no oitavo mês e ficou uma semana na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), além de ter que passar por um parto de emergência.“Foi muito difícil. Era só eu. Meus pais são idosos e não puderam me acompanhar, mas agora está tudo certo. Consegui provar que eu estive certa o tempo todo”, disse.

Vanda ainda contou que após a repercussão do vídeo espera que possa servir de inspiração para outras mulheres.“A gente fica tão ofendida, machuca tanto. Espero que sirva de apoio para outras mães”, comentou.

Da redação do Acontece na Bahia

 

Tag(s): , , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Michelle Bolsonaro foi vacinada contra a Covid-19 nos EUA por orientação de médico

Uma notícia tem repercutido nas redes sociais neste sábado (25). A primeira-dama Michelle Bolsonaro tomou a vacina contra a Covid-19 nos Estados Unidos e o Palácio do Planalto emitiu uma nota oficial para esclarecer que o imunizante foi oferecido por um médico enquanto a primeira-dama fazia um teste PCR antes de retornar ao Brasil.

Michelle Bolsonaro havia sido muito criticada por lideranças políticas. Entretanto, já estaria maturando a ideia de se vacinar.”A Primeira-Dama reitera a sua admiração e respeito ao sistema de saúde brasileiro, em especial, aos profissionais da área que se dedicam, incansavelmente, ao cuidado da saúde do povo”, diz o comunicado.

Jair Bolsonaro já havia comunicado sobre a vacinação de Michelle Bolsonaro em entrevista à Veja e afirmou que ele não se imunizou.”Tomar vacina é uma decisão pessoal. Minha mulher, por exemplo, decidiu tomar nos Estados Unidos”.

Alguns políticos e infectologistas criticaram a atitude de Michelle Bolsonaro em querer se vacinar nos EUA e não aqui no Brasil. Para eles a primeira-dama mostrou ‘desprezo’ ao Sistema Único de Saúde (SUS) e ao Programa Nacional de Imunizações (PNI).

O presidente da CPI da Covid, Omar Aziz, disse que Michelle Bolsonaro poderia ter se vacinado aqui para mostrar exemplo aos brasileiros e mostrar ‘patriotismo de verdade’.”A vacina que é aplicada nos Estados Unidos é a mesma que é aplicada aqui no Brasil. Então, ela poderia aqui ter se vacinado, mostrado aos brasileiros ela se vacinando, para dar um bom exemplo”, disse Aziz.

Acompanhe a nota emitida sobre a vacinação de Michelle Bolsonaro:

A Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom) informa que a Primeira-Dama, senhora Michelle Bolsonaro, integrante da Comitiva Presidencial à Nova Iorque (EUA), deslocou-se àquele país para acompanhar o senhor Presidente da República nas agendas oficiais, bem como para cumprir uma agenda, sobre doenças raras, na Missão do Brasil na Organização das Nações Unidas. Antes de retornar ao país, submeteu-se ao teste de PCR, obrigatório para autorização de embarque e, durante a realização da testagem, a Primeira-Dama foi indagada pelo médico se ela gostaria de aproveitar a oportunidade para ser vacinada. Como já pensava em receber o imunizante, resolveu aceitar. A Primeira-Dama reitera a sua admiração e respeito ao sistema de saúde brasileiro, em especial, aos profissionais da área que se dedicam, incansavelmente, ao cuidado da saúde do povo.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Alexandre Garcia é demitido da CNN Brasil depois de comentário feito ao vivo

Uma notícia tem repercutido nas redes sociais neste sábado (25). A CNN Brasil emitiu uma nota para justificar a saída do jornalista Alexandre Garcia da programação. A emissora explicou que o posicionamento do jornalista ao longo do ano o levou a ser desligado do quadro de funcionários da empresa. Em sua participação ao vivo, nessa sexta-feira (24), Alexandre Garcia foi desmentido no quadro ‘Liberdade de opinião’, por posicionamento a favor do tratamento precoce contra a Covid-19, que não tem eficácia comprovada.

Alexandre falou sobre as denúncias contra o plano de Saúde ‘Prevent Senior’ no programa ‘Novo Dia’ e disse que “Essa questão de eficácia comprovada a gente só vai saber daqui uns 3 anos, agora tudo é experimental. E enquanto tudo é experimental, só o tempo dirá. Não existe teste de laboratório que supere e teste no ser humano. Então o ser humano está sendo testado numa nova doença, num novo tratamento, numa nova vacina, e nós só vamos saber disso daqui uns 3 anos”, disse.

A âncora do programa, Elisa Veeck, desmentiu o jornalista ao final da participação dele e disse que não existe tratamento precoce contra a doença comprovado cientificamente. “Reitero sempre para vocês que nos acompanham que as opiniões emitidas pelos comentaristas do quadro não refletem necessariamente a posição da CNN. E mais um acréscimo neste fim do quadro de hoje. A CNN ressalta que não existe um tratamento precoce comprovado cientificamente para prevenir a covid-19. O que a ciência mostra é que a prevenção com uso de máscara e a vacinação são as únicas maneiras de combater a pandemia’’, disse Elisa Veeck.

Veja a nota da emissora na íntegra sobre a demissão de Alexandre Garcia:

A CNN Brasil comunica que rescindiu o contrato com o jornalista Alexandre Garcia nesta sexta-feira (24). A decisão foi tomada após o comentarista reiterar a defesa do tratamento precoce contra a covid-19 com o uso de medicamentos sem eficácia comprovada. O quadro “Liberdade de Opinião” continuará na programação da emissora, dentro do jornal “Novo Dia”. A CNN Brasil reforça seu compromisso com os fatos e a pluralidade de opiniões, pilares da democracia e do bom jornalismo”…

Alexandre Garcia usou o seu perfil no Twitter para convidar os seus seguidores para continuar o acompanhando no seu canal no YouTube. “Você que me acompanhava todos os dias só no Liberdade de Opinião da CNN, agora pode continuar me seguindo diariamente no meu canal do YouTube. Seja muito bem-vindo!”, comentou.

Da redação do Acontece na Bahia

 

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.