Araci: equipe do programa de Rodrigo Faro esteve na cidade gravando com fã do cantor Mano Walter que viajou 100 km de bicicleta para conhecer o ídolo

Uma notícia tem repercutido nas redes sociais nesta sexta-feira (30). A equipe de Rodrigo Faro, apresentador do programa ‘Hora do Faro’, que é exibido na Record TV, esteve na cidade de Araci, que 221 km distante Salvador, para mostrar a história do fã do cantor Mano Walter que pedalou 100 km para realizar o sonho de conhecer seu ídolo.

A equipe entrevistou o garoto, sua mãe Nalda Guardiano e o jornalista da Voz do Campo, Toni Santos. Em São Paulo, o apresentador recebeu a mãe e o garoto para continuar as gravações agora em estúdio. Durante a exibição do programa, Felipe receberá uma surpresa que promete ser inesquecível.

Felipe, de 14 anos, havia aproveitado a saída dos pais para ir em busca de seu sonho. Pegou sua bicicleta e saiu de Araças, que fica localizada na zona rural de Araci, com destino a Alagoas. O objetivo era conhecer Mano Walter. Com o desaparecimento do adolescente e repercussão do caso, iniciou-se uma busca e Felipe foi encontrado cerca de 100 km de distância de sua residência, entre as cidades de Tucano e Ribeira do Pombal.

Da redação do Acontece na Bahia

Foto: Vom do Campo

Tag(s): , , .

Categoria(s): Artistas, Destaque, Nacional.

Suspeito no caso dos três meninos desaparecidos confirma ter jogado sacos embaixo de ponte, mas nega participação

Uma notícia tem repercutido nas redes sociais nesta sexta-feira (30). O homem suspeito de ter participado do desaparecimento dos três meninos de Belford Roxo, no Rio de Janeiro, confessou ter jogado sacos que foram entregues por traficantes embaixo de uma ponte. Apesar desta confissão, o homem nega ter tido participação direta no crime.

A prisão do homem suspeito de envolvimento no caso foi pedida pelo delegado Uriel Alcântara, da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), porém a justiça indeferiu o pedido e ele continua em liberdade.

Foram realizadas buscas pela Polícia Civil nessa quarta-feira (28), com o objetivo de encontrar algum indício que pudesse levar ao paradeiro de  Lucas Matheus da Silva, 8, Alexandre da Silva, 10, e Fernando Henrique Ribeiro Soares, 11, que estão desaparecidos desde o dia 27 de dezembro. 

De acordo com informações, nessa quarta-feira (28) um homem se apresentou na 39º BPM e apontou o irmão de ser o responsável pela morte das crianças. Segundo ele os meninos teriam sido espancados em um condomínio da comunidade do Castelar, e os corpos teriam sido levados para o bairro do Amapá e deixados em um local que é chamado Ponte de Ferro 38.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Sob forte comoção, cantora sertaneja é enterrada em Ipiaú, na Bahia

Uma notícia deixou o povo triste nesta sexta-feira (30). Uma jovem cantora sertaneja morreu no sudoeste baiano.

Aos 26 anos, a sertaneja Lanna Rizzi estava internada num hospital de Vitória da Conquista, terceira maior cidade do estado. Lanna estava enfrentando complicações resultantes de um quadro de covid-19. Contudo, apesar dos esforços da equipe médica, ela teve uma piora e faleceu na última quinta-feira (29). Em nota, a família desabafou:

“É com muita dor e com o coração despedaçado que comunico a todos vocês que nossa estrela não resistiu às sequelas do vírus e se foi nessa manhã. Nossa família agradece todo o carinho, as orações e as energias positivas enviadas todo esse tempo”. Mas não termina aí.

Sob forte comoção, a cantora foi internada no Cemitério Jardim da Saudade, que fica na cidade de Ipiaú. A família fez um último pedido pedido para todos que acompanharam a luta de Lanna:

“Vamos continuar orando para que ela tenha uma passagem de luz e por todos aqueles acometidos por essa doença traiçoeira.”

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , .

Categoria(s): Nacional.

Delegado Da Cunha, influenciador na internet, é afastado de operações nas ruas após chamar policiais de ‘ratos’

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta sexta-feira (30). Carlos Alberto da Cunha, delegado da Polícia Civil e youtuber com milhões de seguidores nas redes sociais, foi afastado de operações policiais nas ruas pela Polícia Civil de São Paulo. Delegado da Cunha, como é conhecido, devolveu suas armas, distintivo e algemas, de acordo com informações do portal IG.

Segundo informações, o delegado está exercendo funções burocráticas por determinação do delegado-geral de polícia, Ruy Ferraz Fontes. O delegado da Cunha fez uso de “linguagem inadequada e comentários depreciativos à imagem institucional”, disse Fontes.

De acordo com informações, a decisão tomada pelo delegado-geral foi baseada no fato do delegado da Cunha ter se referido aos policiais civis com mais de 55 anos de ‘ratos’ e ‘raposonas’, durante entrevista ao podcast Flow.

Eu não vou me vingar, não tenho raiva, não vou ir [sic] atrás de ninguém. Só queria que o senhor, que vossa excelência entendesse que eu não posso ficar sem arma porque eu combato o PCC, irmão. Irmão, eu não sou delegado de pelúcia, irmão. Cê tá tirando aqui? Eu sou delegado da favela”, escreveu Cunha nas redes sociais.

De acordo o delegado-geral Ruy Ferraz Fontes, o delegado Cunha tem grau de “periculosidade interna” e “periculosidade externa”, por prejudicar o serviço público e colocar em cheque a credibilidade da corporação.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.