Ator Caio castro foi condenado a indenizar fotógrafo por agressão em Trancoso

A justiça de São Paulo manteve a condenação do ator Caio Castro para indenizar um fotógrafo após suposta agressão.

Segundo o colunista João Batista Jr., da Veja, André Ligeiro pediu uma indenização de R$ 100 mil, mas o TJ arbitrou o valor em R$ 7 mil.

O processo por danos morais ocorreu após o profissional sofrer uma agressão do global em uma festa de final de ano, em Trancoso, em 2016.

De acordo com o processo, o famoso deu uma cabeçada no fotógrafo por não querer um registro de sua chegada a uma festa.

Na época da agressão, Caio Castro afirmou que não queria as fotos, alegando não estar trabalhando naquele momento.

A situação foi confirmada por outro fotógrafo, Ali Karakas, que fez um registro dos ferimentos de André após o ocorrido.

De acordo com o depoimento de Ligeiro, ele teria sido segurado por outras pessoas e, no meio do tumulto, Castro acabou “desferindo uma cabeçada no autor, atingindo-lhe o supercílio”.

(Fonte: Na mídia News)

Categoria(s): Publicidade1, Social.

”O diabo não pode te ferir”, diz mulher após jogar o carro em árvore

Uma mãe tentou matar os próprios filhos na cidade de Ocala, na Flórida, Estados Unidos. De acordo com a polícia, após acelerar o carro, ela mandou que as crianças tirassem o cinto e jogou o veículo contra uma árvore. A mulher acreditava que o marido teria colocado uma “maldição” nela. 
Após o acidente, ela saiu do carro e gritou: ”O diabo não pode te ferir. Ele só machuca pessoas ruins. Você tem a luz de Jesus e apenas ele pode nos curar”, contou a polícia ao jornal Click Orlando. As duas filhas, a caminho do hospital, relataram que a mãe teria pedido para que elas retirassem o cinto, darem as mãos e dizerem: “Senhor Jesus, salva-me”. 
Segundo o policial que comandava o caso, a mulher ainda comentou algo sobre práticas de vudu. “Ela estava sendo seguida por muitas pessoas em carros e tentava ler as placas de todas elas”, declarou. 
De acordo com a perícia, em nenhum momento a mulher tentou frear antes de bater na árvore. As quatro crianças foram levadas para o hospital e todas passam bem. A mãe foi levada ao hospital e depois foi presa.

(Fonte: Diário de Pernambuco)

Categoria(s): Internacional, Publicidade1.

Publicidade

Categoria(s): Not See, Publicidade1.