Caso Sara Mariano: Motorista de aplicativo teve suposto relacionamento com a cantora.

Cantora gospel Sara Mariano é encontrada morta após desaparecimento em Salvador

Existem relatos sobre um motorista de aplicativo que supostamente se envolveu com a cantora Sara Mariano. De acordo com esses relatos, o motorista, cuja identidade não foi revelada, alegou ter conhecido Sara seis meses atrás durante uma corrida e posteriormente se tornou uma espécie de ‘motorista pessoal’ para ela, muitas vezes a levando para cultos em Salvador e outras cidades da Região Metropolitana. O marido confessou hoje, 28.

O motorista alega que ele e Sara começaram a se aproximar e eventualmente tiveram um caso. No entanto, ele afirma que Sara lhe disse que era solteira. Quando descobriu que ela na verdade era casada com um homem chamado Ederlon, ele decidiu terminar o relacionamento. Em setembro, ele se mudou para Florianópolis, capital de Santa Catarina, e desde então vem recebendo ameaças do parceiro de Sara pelo telefone.

Um relato que circula nas mídias sociais diz sobre o que Sara havia dito a uma amiga:

“Aí puxei conversa e ele disse que o cara com o rosto queimado estava ‘trazendo uma arma para me ver, porque eu quero comprar uma arma’. Aí eu disse: ‘Se tu comprar uma arma, me separo de tu, porque do jeito que tu é, sem arma já destrói tudo, imagina com arma’”, disse a cantora gospel para a irmã via WhatsApp.

“Ele disse: ‘Não, Deus me livre’, eu mesmo não’. Mas eu já disse para ele, se ele comprar uma arma, eu vou embora sem ele nem ver, porque eu não tenho um pingo de confiança nele. Sem arma já destrói

O caso está atualmente sendo investigado. E traremos mais informações a qualquer momento.

Foto Rede Social.