Caso Michelle: Motorista encontrada sem vida no porta-malas do próprio caso pode ter sido vitimada por casal

Aos 39 anos, a motorista de aplicativo e lutadora Michelle Caroline Chinol desapareceu durante longas horas. O carro que ela utilizava para trabalhar foi localizado parado num local proibido e acabou guinchado. Imagens de câmeras mostraram um homem abandonando o veículo no local proibido. Então, no pátio onde o carro ficou, pessoas notaram um mal cheiro e chamaram um chaveiro para abrir o veículo. Ao abrir o porta-malas do carro, eles encontrou Michelle, já sem vida e com uma meia na moca, no dia seguinte ao desaparecimento.

Michelle morava com os pais e não tinha nenhum relacionamento amoroso oficializado. Diante disso, um grande mistério começou na região de Curitiba e as autoridades empenharam esforços para identificar suspeitos. Então, nesta semana, um casal foi preso. O delegado do caso afirmou o seguinte:

“Já temos elementos concretos para apontar a conduta ilícita aos dois investigados que estão sendo trazidos para a delegacia nesta manhã, são dois presos, sendo um homem e uma mulher. Esse suspeito trabalha em um local em que utiliza-se um uniforme análogo ao que o homem que abandonou o veículo com a vítima já morta aparece nas imagens, então existe uma coincidência de vestuário. E a mulher que está sendo trazida tem um relacionamento afetivo com esse homem e era amiga da vítima.”

Da Redação do Acontece na Bahia

Categoria(s): Destaque.

Comente: