Caso Menina Ísis: Mãe que matou a filha bebê é encontrada sem vida dentro de cela da penitenciária

Uma caso difícil ganhou novos desdobramentos nesta terça-feira (23). Isso porque a mulher que ficou conhecida por tirar a vida da própria filha foi encontrada morta em sua cela. Mas afinal, o que aconteceu?

Jennifer Natalia Pedro protagonizou um dos casos mais tristes da história recente. Ela confessou ter matado a própria filha, a menina Ísis Helena, de 1 ano e dez meses. A pequena Ísis havia nascido prematura e com microcefalia, precisando tomar vários remédios. Então, em 2020 Jennifer foi até a polícia e disse que a filha havia desaparecido.

Primeiro, ela afirmou que teria deixado a bebê com o avô e depois, quando retornou, achou a casa aberta e a filha não estava mais lá. Contudo, Jennifer já havia sido denunciada por maus tratos a filha em outras ocasiões e a polícia acabou encontrando indícios que apontavam o envolvimento dela no desaparecimento da pequena Ísis. Então, ela contou que a filha estava doente e que depois de dar mamadeira a ela e colocá-la para dormir, ela acabou se asfixiando com o alimento e não resistiu. Depois disso, Jennifer afirmou que teria jogado a criança num rio. Contudo, ela mudou a versão e revelou que a menina estava enterrada. As autoridades encontraram o corpo e Jennifer acabou presa desde abril do ano passado.

A mulher estava presa na Penitenciária Santa Maria Eufrásia Pelletier, em Tremembé, São Paulo. Na segunda-feira de hoje, agentes encontraram Jennifer sem vida dentro da cela. De acordo com informações preliminares, a suspeita é de que Jennifer tenha tirado a própria vida, pois ela estava só e com um lençol no pescoço.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.

Comente: