Connect with us

Nacional

Caso Daniel: Cristiana Brittes diz que marido “foi tomado pelo ódio”

...

Cristiana Brittes, esposa de Edison, assassino confesso do jogador Daniel Correa, afirmou que o marido estava “tomado pelo ódio” no momento do assassinato. A mulher disse ter acordado na cama com o jogador em cima dela, quando o marido chegou e o empurrou. “Foi uma raiva que eu nunca vi. Eu pulei a janela para chamar ajuda”, contou.

Cristiana Brittes, junto a outros seis réus envolvidos no assassinato do jogador Daniel Correa, relataram à Justiça pela primeira vez, nessa quarta-feira (04/09/2019), em São José dos Pinhais (PR). O UOL teve acesso aos depoimentos do processo. O crime ocorreu em outubro de 2018.

Três réus optaram por não responder aos questionamentos durante o interrogatório. Um deles foi Edison Brittes. “Vou me permanecer no direito de ficar calado”, destacou. Foram feitas três perguntas a ele em um depoimento que durou cerca de quatro minutos.

Acusada de homicídio porque teria dito “não deixa matar ele aqui dentro de casa”, Cristiana, por sua vez, negou a afirmação. Ela ainda ressaltou os pedidos de ajuda durante as agressões a Daniel. “Eu não queria que batesse, muito menos que matasse. […] A todo momento pedia para alguém fazer algo. Mesmo quem estava batendo ninguém fazia nada”, relatou.

Allana Brittes, filha de Edison e Cristiana, disse que não tentou esconder o crime e colocou mais uma pessoa entre os agressores: Eduardo Purkote. Segundo a jovem, o pai pediu desculpas a ela após retornar do local do crime. “Eu perguntei o que aconteceu e ele me abraçou e falou ‘me perdoa, só quis proteger sua mãe’”, falou.

(Fonte: Metrópoles)

Continue Lendo
Publicidade

Acontece Na Bahia - Copyright © 2019.