Casal tem pedido de casamento interrompido pela Polícia Militar por descumprirem decreto estadual

Uma situação curiosa chamou a atenção do povo neste domingo (21). Um pedido de casamento na praia foi interrompido pela Polícia Militar em Fortaleza. Mas por qual motivo? Bom, o pedido estava acontecendo um horário além do limite permitido para locais públicos no Ceará, que é de 17h. O fato aconteceu ontem, na Praia de Iracema.

O casal Claudymilla Melo e Mateus Chaves, assim que trocaram as alianças, foram surpreendidos com a chegada dos PM’s. Em defesa, a Claudymilla explicou:

“A gente pensava, ainda, que o decreto era até 22h, porque como é novo, a gente ainda nem tinha botado na cabeça que era até 17h. Aí ele se ajoelhou, colocou a aliança, a gente se abraçou, e logo em seguida, porque já era 17h, depois que a gente trocou as alianças, veio a polícia. ”

A noiva ainda comenta que por seu noivo ser militar, ela acreditou que os policias se aproximando faziam parte da surpresa:
“Primeiro foi uns quatro ou cinco policiais e a cavalaria, e como meu namorado é militar, eu pensei ‘pronto, são os amigos dele. Deve ser algo do tipo’. Só que não, era simplesmente eles avisando que o decreto do sábado era até 17h. E que a gente não podia estender o momento”

Mas nem por isso um momento de alegria ficou ruim, pois, segundo a mulher, os policiais foram gentis e educados:

“Eles foram super pacientes. Esperaram a gente recolher todas as coisas, se despedir dos músicos. E tivemos de vir para casa terminar a comemoração com cerveja e pizza”

O pedido de casamento era uma surpresa do noivo para Claudymilla, que organizou tudo com a ajuda da família.

 

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque.

Comente: