Carlos Bolsonaro, filho do presidente, tem sigilos quebrados pela Justiça; outras 26 pessoas também tiveram

Uma decisão tomou as manchetes na noite desta terça-feira (31). O vereador Carlos Bolsonaro, filho do presidente, teve seus sigilos quebrados.

A determinação veio da 1ª Vara Especializada de Combate ao Crime Organizado do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ), que determinou a quebra de sigilos fiscal e bancário de Carlos. A quebra ocorreu durante as investigações que apuram as supostas contratações de funcionários fantasmas no gabinete de Carlos no Rio. Esse funcionários não cumpririam a carga horária mínima e também compareceriam pouco ao trabalho. Mas a história não termina aí.

De acordo com o Ministério Público do Rio de Janeiro, há a suspeita de que Carlos também poderia estar praticando um suposto esquema de “rachadinha”. Nesse tipo de esquema, o político contrata pessoas e depois exige que elas lhe repassem parte do salário recebido no cargo. Além disso, a quebra de sigilo também foi aplicada pra outras 26 pessoas.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.

Comente: