Carla Perez é destaque na dança em show de celebração aos 30 anos do É o Tchan em Salvador

Carla Perez surpreendeu entusiastas e fãs durante o espetáculo em celebração aos 30 anos do grupo É o Tchan, realizado no domingo (7) no Clube Espanhol, em Salvador. A influenciadora digital e dançarina, exibindo seu entusiasmo, integrou a plateia até decidir, junto com amigos, contagiar a todos ao ritmo da música “Segura o Tchan”. Em tom de descontração, Beto Jamaica fez um trocadilho com a canção “Melô do Tchan”, destacando a presença de Carla Perez, que, segundo ele, havia declarado anteriormente que não compareceria ao evento.

O esposo de Carla, Xanddy Harmonia, também surpreendeu a plateia ao juntar-se ao show comemorativo do É o Tchan. Carla retornou ao palco mais tarde, compartilhando uma dança animada com Xanddy e os membros do grupo ao som de “Mexe, Mexe, Mainha”, um dos sucessos do cantor baiano.

Xanddy elogiou a importância do É o Tchan para o cenário musical nacional do pagode, enfatizando que sua influência é fundamental para a existência do gênero no Brasil. Ao final do espetáculo, Carla Perez generosamente atendeu aos fãs presentes, tirando fotos e causando grande agitação.

A apresentação histórica contou com a participação dos dançarinos Scheila Carvalho, Sheila Mello e Jacaré, trazendo à tona as gerações que marcaram os 30 anos de história do grupo. Compadre Washington compartilhou reflexões sobre a evolução do repertório, destacando como a presença nas redes sociais pode influenciar na renovação musical.

Scheila Carvalho expressou sua alegria ao ver crianças reproduzindo as coreografias nas redes sociais, ressaltando a importância dos meios digitais para a interação com os fãs. O espetáculo, que começou com o clássico “Melô do Tchan”, revisitou sucessos como “Põe põe”, “Bota a cara no sol” e “Tchan na Selva”, encerrando sob os aplausos do público por volta das 22h45.

Em um momento emotivo, Compadre Washington dedicou a música “Tarde de domingo” a um filho falecido nos anos 90. Ele compartilhou a comovente história de receber a notícia da morte durante um ensaio de verão no Clube Espanhol. O público respondeu com uma ovação calorosa, demonstrando apoio ao emocionado cantor.

Curiosidades marcaram o espetáculo, como a aclamação de Scheila Carvalho após a execução da dança de “Ralando o Tchan”, uma homenagem a todos os integrantes do grupo no telão, as lágrimas e ovacionamento a Jacaré, a estreia dos filhos dele como espectadores e a participação especial surpresa de Companhia do Pagode, Patrulha do Samba, Gang do Samba e Tonho Matéria, que se juntaram ao É o Tchan no palco. O público também participou da “Dança da cordinha”, um dos hits da banda.

Foto: Valma Silva/g1 Bahia

Da redação do Acontece na Bahia