Cantora Juliana Bonde relata assalto que sofreu na própria casa e as ameaças de morte que recebeu

Uma notícia está sendo destaque nesta quarta-feira (25). A cantora Juliana Bonde, vocalista da banda Bonde do Forró, usou as redes sociais na última segunda-feira (25) para falar de assalto na sua própria casa, localizada no interior de São Paulo.

Juliana revelou que comprou a casa há cerca de um mês, num sonho de tirar o pai do trabalho de servente e ter uma casa para morar com ele e a mãe. Localizado em Juquitiba (SP), o imóvel fica na zona rural. “Para chegar à minha casa, tinha de andar uns dez quilômetros de estrada de chão”, diz.

“Eu fui ameaçada de morte, eu e minha família. Agora, acho que a única forma de eu poder resolver alguma coisa é pedindo ajuda e falando. Eu tô cansada, cansada, cansada de ter que mudar de casa. Cansada”, lamentou.

Ela também contou como foram os momentos do assalto. “Meu pai desceu gritando, falando que minha mãe tava passando mal. Começou a chutar a porta, e isso me assustou. Quando eu desci e abri uma porta, um homem já puxou o meu cabelo, colocou a arma nas minhas costas e mandou a gente entrar”.

“O que foi pior é o trauma e a tristeza do meu pai”. “Eu queria pedir muito ajuda, sei lá, a alguém pra fazer alguma coisa, porque eu fiz Boletim de Ocorrência, mas a gente sabe que essas coisas não andam, ninguém resolve nada”.

Juliana acredita que o crime tenha sido realizado por alguem próximo. “Foi alguém muito próximo a mim, alguém próximo da casa mesmo, porque sabia de tudo: onde tava o dinheiro, onde tavam dormindo meu pai e minha mãe”.

Por fim, ela falou do sofrimento de ter sempre que estar se escondendo, mudando de casa, sumir da internet e parar de trabalhar. “Eu não sei se vou poder voltar a fazer show. Os próprios bandidos que chegaram lá em casa falaram que vieram pra me matar, pra tirar minha vida”. “Só quero ajuda, socorro, quero voltar a viver normal”.

 

Da Redação do Acontece na Bahia

Categoria(s): Destaque.

Comente: