Cantor do grupo Molejo admite relação após denúncia de abuso mas afirma: “Foi consensual”

Um aguardado depoimento chegou às autoridades nesta sexta-feira (5). Depois de enfrentar acusações de abuso, um famoso cantor deu a sua versão dos fatos.

O cantor do grupo Molejo, Anderson Leonardo, falou na sexta-feira de hoje (5), sobre as acusações de estupro. As denúncias foram realizadas pelo Mc Maylon, de 21 anos. Antes da polêmica, Maylon era acompanhado em sua carreira musical por Anderson e afirmou que considerava o integrante do molejo como um pai e padrinho no meio artístico. A consideração pelo cantor do Molejo era tão grande, que Maylon chegou a tatuar o rosto de Anderson em um dos antebraços. Maylon desafou:

“Estou passando por tratamento psicológico, minha família é a base de tudo. Eu não esperaria isso de um cara que eu chamava de pai, eu tatuei ele no meu braço, e ele ter feito isso comigo.” Mas não é só isso.

Então, quando fez a denúncia, Maylon afirmou que ele e Anderson estavam a caminho de uma suposta reunião, quando Anderson mudou a rota para um hotel, onde a relação teria ocorrido de maneira forçada. Agora, Anderson afirmou às autoridades que realmente teve relações com o cantor e dançarino Maylon, mas que isso aconteceu de forma consensual, ou seja, que não teria ocorrido abuso.

Diante das versões divergentes, a Polícia está apurando novas provas, como imagens do sistema interno do hotel e também ouvindo funcionários do local.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Nacional.

Comente: