Brasil pode se tornar líder mundial em mortes por coronavírus, aponta projeção

A projeção de um dos principais modelos matemáticos usados pela Casa Branca apontou que caso não houver mudanças significativas para conter o avanço do coronavírus, o país ultrapassará os Estados Unidos em número de mortes por coronavírus no dia 29 de julho deste ano, isto é, o Brasil poderá ter 137,5 mil mortos, enquanto os EUA 137 mil.

Nesse caso, para o Brasil se tornar líder em mortes pela Covid-19, o atual número de mortes precisaria quadruplicar nos próximos 50 dias.

As projeções foram realizadas pelo Instituto de Métricas e Avaliação da Saúde (IHME) da Universidade de Washington, mas não necessariamente vão se concretizar. A pesquisa se baseia na quantidade de casos confirmados e na adesão ao distanciamento social.

“Quanto mais distantes no tempo as projeções são, mais incerteza haverá, tendo em vista a dinâmica da doença e a capacidade que as medidas de contenção adotadas terão para afetar o curso da covid-19”, esclarece Theo Vos, professor de ciências de métricas de saúde do IHME.

O pesquisador informou à BBC News Brasil que a projeção analisa o quanto a doença está se espalhando, mais especificamente, o número de pessoas que são contaminadas por alguém infectado.

Da Redação.

Categoria(s): Social.

Comente: