Connect with us

Nacional

Bolsonaro se explica sobre o pronunciamento polêmico e fala sobre possível caos no Brasil

...

Nesta quarta-feira (25) o presidente Jair Bolsonaro falou sobre o pronunciamento de ontem a noite e explicou mais detalhadamente o seu posicionamento.O pronunciamento provocou grandes discussões e dividiu opiniões, pois o presidente havia dito que o país deveria retornar à normalidade mesmo diante da crise de saúde atual.

Bolsonaro começou criticando medidas tomadas por algumas autoridades:

“Certas autoridades estaduais e municipais estão tomando medidas, no meu entender, além da normalidade. São verdadeiros ‘donos dos seus estados e municípios’, estão proibindo o tráfego de pessoas, fechando comércios.[…]Nós temos aproximadamente 38 milhões de autônomos no Brasil que estão sem seu ganha-pão.”, disse Bolsonaro.

O presidente também falou sobre a situação dos trabalhadores com carteira assinada e a economia do país:

“Para o pessoal da CLT: As empresas não estão produzindo nada, até o Mandetta (Deputado Federal) disse que uma empresa que produz oxigênio no Brasil não está conseguindo abastecer os hospitais.Com as empresas não produzindo, não tem como pagar o pessoal com CLT. Se a economia colapsar não vai ter dinheiro para pagar servidor público.O Caos está aí na nossa cara, poderemos ter problemas diversos no Brasil, como saques a supermercados no Brasil entre outras coisas e o vírus vai continuar entre nós.Vamos ter o caos e o vírus juntos!”

Ele também fez críticas a alguns governadores e prefeitos:

“O que estão fazendo no Brasil alguns poucos governadores e alguns poucos prefeitos é um crime! Eles estão arrebentando com o Brasil, estão destruindo empregos. E aqueles caras que falam: ‘A economia é menos importante que a vida…’ Cara pálida, não dissocie uma coisa de outra! Sem dinheiro, sem produção o homem do campo também vai deixar de produzir…Nós vamos viver de quê?”, completou.

Bolsonaro finalizou explicando quais seriam as soluções para este momento:

“O que precisa ser feito é colocar o povo para trabalhar e preservar os idosos, preservar aqueles que têm problemas de saúde.[…] O presidente Trump está numa linha parecida com a minha. Ele pretende reabrir os postos de trabalho.[…] Outros vírus mataram muito mais do que esse e não teve essa comoção toda. Se ele (O Trump) não fizer isso e lá e nós não fizermos isso aqui, será um caos! Será o fim dos EUA e o fim do Brasil. A cloroquina(medicamento) já foi liberada para alguns casos para o tratamento de doentes nos EUA. Minha missão é levar tranquilidade ao povo, minha missão é com a verdade[…] Não estou preocupado com a minha popularidade!Eu tenho uma missão de quatro anos[…] Nós temos que tomar decisões nesses momentos difíceis.”

Da Redação do Acontece na Bahia.

Publicidade

Acontece Na Bahia - Copyright © 2019.