Bolsonaro diz que querem dividir o povo e fala sobre questões raciais: “Sou daltônico, todos têm a mesma cor”

Neste sábado (21), declarações do presidente Jair Bolsonaro receberam grande destaque. Após um Dia da Consciência negra conturbado, principalmente por conta do caso do homem negro morto em um supermercado, Bolsonaro se pronunciou. Então, segundo ele, existem homens bons e maus e isso é definido pelas escolhas e não pelo tom de pele. Ele como presidente é “daltônico”, enxerga todos da mesma cor. Bolsonaro afirmou:

“Não nos deixemos ser manipulados por grupos políticos. Como homem e como Presidente, sou daltônico: todos têm a mesma cor. Não existe uma cor de pele melhor do que as outras. Existem homens bons e homens maus. São nossas escolhas e valores que fazem a diferença.” Mas não é só isso.

Além disso, Bolsonaro falou sobre as questões raciais e disse que há a intenção de dividir o povo brasileiro:

“Estamos longe de ser perfeitos. Temos, sim, os nossos problemas, problemas esses muito mais complexos e que vão além de questões raciais. O grande mal do país continua sendo a corrução moral, política e econômica. Os que negam este fato ajudam a perpetuá-lo. Não adianta dividir o sofrimento do povo brasileiro em grupos. Problemas como o da violência são vivenciados por todos, de todas as formas[…]Existem diversos interesses para que se criem tensões entre nosso próprio povo. Um povo unido é um povo soberano, um povo dividido é um povo vulnerável. Um povo vulnerável é mais fácil de ser controlado. E há quem se beneficie politicamente com a perda de nossa soberania.”

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.

Comente: