Bolsonaro diz na ONU que auxílio deu 1 mil dólares para beneficiários e mulher vai à justiça cobrar

Na abertura da 75º Assembleia Geral da ONU Jair Bolsonaro disse que o governo está pagando cerca de R$ 1 mil dólares de auxílio emergencial no Brasil.

Uma mulher, com identidade desconhecida, entrou com processo na Justiça para ter acesso à diferença de valor. Assim como outros beneficiados, ela recebeu apenas R$ 2,4 mil de auxílio em quatro parcelas de R$ 600.

Na petição da dona de casa, as advogadas Leila Loureiro e Noemy Titan escrevem que, na atual cotação do dólar, o valor total do auxílio deveria ter sido de R$ 5.540. Elas afirmam ainda que o valor recebido não foi o suficiente para gastos com saúde, educação e moradia, e pedem dano moral. Ao todo, a causa soma R$ 9.420.

“Dados os fatos acima, busca a presente pretensão o pagamento da diferença entre o valor recebido e o valor declarado pelo Presidente, de modo a materializar fielmente o benefício financeiro que foi destinado aos brasileiros, segundo expressamente proclamado pelo Chefe maior do estado”, argumentam.

Por fim, não é certo afirmar que 65 milhões de brasileiros receberam 1 mil dólares do benefício, uma vez que só as mães solteiras chegaram nesse valor. Além disso, o governo considera que todos brasileiros cadastrados no programa receberam todas as parcelas do benefício, o que, mais uma vez, não é verdade.

Categoria(s): Nacional, Politica.

Comente: