Bolsonaro comete erros grotescos de geografia durante viagem ao Nordeste: “Paulo Afonso em Alagoas e Piranhas em Sergipe”

Em viagem ao Nordeste na manhã desta quinta-feira (5), o presidente Jair Messias Bolsonaro encontrou dificuldades para aterrissar. Então, por conta disso a equipe precisou desviar a rota até que o tempo melhorasse. Contudo, Bolsonaro chamou a atenção quando comunicou essa mudança de planos. Mas por quê? O presidente cometeu erros de geografia ao relacionar as cidades aos estados e a internet não deixou passar.

No texto Bolsonaro explicou que eles não conseguiram pousar em Paulo Afonso, cidade baiana, por “falta de teto.” Entretanto, ele escreveu que Paulo Afonso ficava em Alagoas e não na Bahia. Depois disso, ele disse deveria pousar em Aracaju, capital de Sergipe, em alguns minutos. Dessa vez o presidente acertou, mas ele finalizou cometendo outro erro pois disse que deveria seguir em agenda para a cidade de Piranhas, que fica em Alagoas, mas ele escreveu que também era em Sergipe

Diante dos erros geográficos grotescos, pessoas comentaram ironizando o texto. Então, cerca de meia hora depois, a publicação foi devidamente corrigida. Além disso, a viagem para piranhas se trata da inauguração de um sistema de abastecimento de água do Canal do Sertão. Esse projeto usa as aguas do famoso rio São Francisco para abastecer mais de 40 cidades no estado de Alagoas.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.

Comente: