Bolsonaro cita operação da PF e diz que vai “dar voadora no pescoço” dos corruptos

Depois de dizer que ele mesmo havia acabado com a Lava Jato, pois no seu governo não existiria corrupção, Bolsonaro fez novas declarações sobre o tema. Nessa quarta-feira, dia 14, o presidente aproveitou uma conversa que estava tendo com alguns apoiadores para falar de uma operação da Polícia Federal. Então, ele acrescentou que mandaria embora se descobrisse algum corrupto na sua gestão:

“Ah, acabou a Lava Jato, pessoal? A PF está lá em Roraima hoje. Para mim não tem. No meu governo, não tem porque botamos gente lá comprometida com a honestidade, com o futuro do Brasil” Então, depois disso Bolsonaro disse que daria uma voadora nos corruptos: “Se acontecer alguma coisa, a gente bota para correr, dá uma voadora no pescoço dele. Mas não acredito que haja no meu governo.” Além disso, a operação que o presidente se referia é a Desvid-19, que apura desvios de recursos que seriam usados no combate à pandemia. Um desses esquemas, que foi descoberto em Roraima, teria envolvimento de Antonio Denarium, eleito governador no estado com apoio de Bolsonaro.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.

Comente: