Bolsonaro afirma que alta do dólar é devido ao surto de coronavírus

Na última quinta-feira (27), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), durante uma transmissão ao vivo em suas redes sociais, colocou a culpa pela alta do dólar no surto do novo coronavírus.

“Estamos tendo problema nesse vírus aí, o coronavírus. O mundo todo está sofrendo. As Bolsas estão caindo no mundo todo, com raríssimas exceções. O dólar também está se valorizando no mundo todo, e no Brasil o dólar está R$ 4,40. A gente lamenta, porque isso aí, mais cedo ou mais tarde, vai influenciar naquilo que nós importamos, até no pão, o trigo. Vai influenciar”, declarou Bolsonaro.

Na última quinta-feira, o dólar fechou em alta de 0,6%, a R$ 4,477, novo recorde nominal. O presidente afirma que conversou com o ministro da Economia, Paulo Guedes, sobre o assunto. No entanto, Bolsonaro diz que não irá interferir na atuação do Banco Central, responsável pela política monetária e comandado pelo Roberto Campos Neto.

“Tenho falado com o Paulo Guedes, eu não interfiro na questão do Banco Central, quando vende dólar ou não vende, eu não interfiro. Falo com o Paulo Guedes se a política é essa mesmo e eu tenho que confiar nele. E vou continuar confiando nele, ele faz a política econômica, ele que entende do assunto. O problema agora do dólar, a culpa é do coronavírus, paciência”, afirmou o presidente.

Da Redação.

Categoria(s): Politica.

Comente: