Bêbado é amarrado ao assento após criar confusão em voo para NY

 

Um passageiro de um voo destinado para Nova York, nos Estados Unidos, precisou ser atado com fita isolante e amarrado ao seu assento após consumir doses de bebidas alcoólicas e provocar tumulto dentro do avião, informa neste sábado o jornal NY Post. Segundo testemunhas, entre suas ações, ele gritava que o avião iria cair.

O homem, identificado como o engenheiro civil islandês Gudmundur Karl Arthorsson, 46 anos, também tentou enforcar e agarrar passageiros e disparou cusparadas durante uma tentativa de controlá-lo durante o voo, que partir de Reykjavik, capital da Islândia, na quinta-feira.

“Ele bebeu uma garrafa inteira de licor nas primeiras duas ou três horas do voo”, disse Andy Ellwood, morador de Manhattan que postou a foto do homem preso ao assento em seu blog pessoal.

Segundo testemunhas, o homem teve um ataque de fúria após duas passageiras, desconfortáveis com o estado de Arthorsson, pedirem para trocarem lugar. A essa altura, o islandês já tinha consumido pequenas de garrafas de licor, whisky e schnapps.

Embriagado, o homem ofendeu a equipe de bordo e chegou a gritar que o avião iria cair e que tinha cobra em sua perna. Cansados do comportamento do islandês, dois homens guatemalcos que trocaram de lugar para sentar ao seu lado o amarraram ao assento com a ajuda de um piloto de folga.

O homem foi detido quando o avião pousou em Nova York, mas não foi indiciado judicialmente porque a polícia não conseguiu obter detalhes suficientes sobre o seu compartamento com os demais ocupantes da aeronave.

As informações são do jornal NY Post

Categoria(s): Internacional.

Comente: