Bate-boca: Jessica Senra e Secretário da Saúde discutem ao vivo por conta do recadastramento do SUS

Os espectadores assistiram a uma verdadeira discussão nesta sexta-feira, dia 28. Durante a edição de hoje do “Bahia Meio Dia” a apresentadora e jornalista Jessica Senra acabou se envolvendo num “bate-boca” com o secretário municipal de saúde, Leo Prates. Tudo começou quando os dois falavam sobre o recadastramento do cartão do Sistema Único de Saúde, o SUS. As grandes filas e dificuldades dos últimos dias acabaram resultando em aglomerações e muitas reclamações.

Primeiramente, o secretário argumentou que o processo de recadastramento está disponível desde janeiro deste ano, mas que a população foi deixando para a última hora. Por conta disso, a demanda subiu muito nas últimas semanas. Jessica contra-argumentou e disse que não viu o gestor trazendo divulgando essa pauta em nenhum momento durante o ano:
“Secretário, estamos tendo encontros aqui quase que semanais desde março e não me recordo do senhor falando algo sobre isso.”

A discussão

Já agitado, Prates se justificou e disse que com a crise mundial de saúde, o foco acabou mudando, mas que o recadastramento estava sendo divulgado. Em tom bem mais exaltado, o Secretário enfatizou que houve divulgação desde janeiro, a partir de carros de som e também no meio virtual.

Então, diante da postura do gestor, Jessica disse que não estava ali para atacar as autoridades mas para representar a população:
“Embora eu esteja aqui como jornalista, mas a gente tá representando a população de Salvador. E são várias pessoas aqui dizendo que não estão conseguindo fazer o recadastramento. A gente inclusive mostrou as dificuldades hoje de manhã em vários locais. É verdade que muita gente deixa as coisas pra última, mas sabendo disso, que é uma questão cultural, não houve um preparo para essa reta final?”

Prates explicou que existe uma sobrecarga, mas que a pasta está trabalhando para atender a todos:
“Jéssica, só pra você ter uma ideia essa é a terceira prorrogação do prazo.Não é a primeira, é a terceira![…]O volume que cadastramos em 24h é mais do que o de 3, 4 meses de trabalho. 200 mil pessoas conseguiram, mas eu reconheço que existe uma dificuldade. Eu reconheço que há dificuldades…Nós reforçamos os servidores e trabalhamos pra trazer comodidade à população e evitar aglomerações”

Por fim, os dois chegaram a um tom mais brando, concordando que ambos estão respondendo às demandas da população.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Categoria(s): Nacional.

Comente: