Baixa Grande é uma das cidades que terá oferta de milho subsidiada pela CONAB.

 

Em seu segundo leilão de compra de milho para atendimento aos produtores e criadores rurais da região Nordeste, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) adquiriu 62,5% das 70,3 mil t de milho em grãos ensacado pretendido. Esse percentual equivale a 43,9 mil t.

Os estados para os quais houve interesse para a comercialização dos produtos foram: Alagoas (Arapiraca), Bahia (Amargosa, Baixa Grande, Bom Jesus da Lapa, Chorrochó, Entre Rios, Feira de Santana, Irecê, Jacobina, Maracás, Paramirim,  Ribeira do Pombal, Santa Maria da Vitória),  Minas Gerais (Montes Claros), Pernambuco (Ingazeira,  Bom Conselho, Caruarú, Floresta, Garanhuns, Itaiba,  Petrolina, Recife, Salgueiro, Serra Talhada) e Sergipe (Itabaina, Nossa Senhora da Glória, Poço Redondo).

O produto será vendido  a pequenos criadores de aves, suínos, bovinos, caprinos e ovinos, sediados nos municípios da área de atuação da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), que utilizam o grão na ração animal.

Como não houve interessados na venda do produto em algumas localidades, a Conab fará um novo leilão, na próxima segunda-feira (29), para adquirir as 26,3 mil toneladas de milho remanescentes. O produto será destinado aos municípios não contemplados na operação anterior: Ponto Novo e Remanso (Bahia), Imperatriz (Maranhão), Arco Verde e Ouricuri (Pernambuco) e para Floriano, Parnaíba, Picos e Teresina (Piauí). O preço máximo de aceitação para fechamento da compra será definido sem ICMS, e será divulgado com antecedência de até dois dias úteis antes da data do leilão.

 

Fonte: Jornal Expresso.

Categoria(s): Regional.

Comente: