Bahia: Detentos detonam explosivos dentro da unidade; Parede resistiu e evitou fuga em massa

Durante a tentativa de resgate de criminosos presos na Unidade Especial Disciplinar (UED) do Complexo Penitenciário de Mata Escura, em Salvador, na madrugada deste domingo (31), explosivos foram detonados na parte interna do espaço prisional. Conforme informações obtidas com exclusividade pelo Bahia Notícias, os explosivos foram acionados pelos próprios detentos, mas as paredes resistiram às explosões, o que frustrou a fuga. Com o barulho das explosões, Policiais Militares do Batalhão de Guarda e agentes penitenciários de plantão agiram para evitar a debandada dos detentos. Os seis homens que invadiram o Complexo conseguiram fugir antes da chegada dos policiais. Em nota enviada à imprensa, a Secretaria Estadual de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap) informou que instalará um processo administrativo disciplinar para apurar o caso. Ainda não há informação de como os detentos tiveram acesso a explosivos dentro da UED, considerada de segurança máxima, e como alguns conseguiram sair de suas celas. Há registro da saída de presos de pelo menos quatro celas. Ainda segundo a Seap, os invasores se passaram por policiais e um deles usava o uniforme da PM. Na ação, que tinha como objetivo resgatar um assaltante de bancos paulista ligado à facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), um cabo da PM ficou ferido após receber coronhadas e duas pistolas foram roubadas. Ainda conforme informações da Seap, o bando, que portava fuzis e rádios transmissores, rendeu os sentinelas e tentaram invadir a parte interna com ferramentas para cortar a cerca e o alambrado de isolamento do local.

Fonte: Bahia Notícias

Categoria(s): Regional.

Comente: