Search
Close this search box.

Avião com 379 passageiros colide e pega fogo em aeroporto de Tóquio; cinco vítimas fatais

Em uma dramática ocorrência nesta terça-feira (2), um avião da Japan Airlines, transportando 367 passageiros e 12 tripulantes, pegou fogo após colidir com uma aeronave da Guarda Costeira do Japão na pista do Aeroporto Internacional de Haneda, em Tóquio.

A violenta colisão resultou em explosões imediatas em ambas as aeronaves, capturadas pelas câmeras do aeroporto. As imagens da TV pública japonesa NHK mostram o momento exato da tragédia, quando a aeronave da Japan Airlines estava taxiando na pista de pouso e colidiu com a aeronave da Guarda Costeira, que estava estacionada.

De acordo com informações da NHK e da agência estatal Kyodo, cinco dos seis tripulantes da aeronave da Guarda Costeira perderam a vida no impacto. O piloto conseguiu escapar, mas está em estado grave. Apesar da intensidade da explosão, a Japan Airlines assegurou que todas as 379 pessoas a bordo foram evacuadas a tempo, antes que o avião fosse consumido pelas chamas.

A polícia local relatou que 17 passageiros ficaram feridos, mas, até a última atualização desta reportagem, não havia informações sobre o estado de saúde deles. O acidente ocorre apenas um dia após um terremoto de magnitude 7,6 atingir a costa oeste do Japão, causando 48 mortes e gerando alertas de “grandes tsunamis”, reacendendo lembranças traumáticas do acidente nuclear de Fukushima em 2011.

Segundo a Guarda Costeira, sua aeronave, envolvida na colisão, estava prestes a decolar em direção à base militar de Niigata, na costa oeste, para prestar auxílio às áreas atingidas pelo terremoto. O avião da Japan Airlines realizava um voo comercial proveniente de Hokkaido, no norte.

As autoridades ainda não esclareceram por que as duas aeronaves estavam na mesma pista simultaneamente. O Aeroporto de Haneda, um dos mais movimentados do Japão, informou o cancelamento de todos os pousos e decolagens após o incidente. O gabinete do primeiro-ministro japonês, Fumio Kishida, está reunindo informações para entender as circunstâncias que levaram à colisão.

Crédito da Foto: Issei Kato/Kato

Da redação do Acontece na Bahia