Autuado, coronel que estava em motel com rapaz é internado na UTI

O coronel da Polícia Militar do Distrito Federal, Edilson Martins da Silva, 47, foi autuado por estupro contra o jovem de 21 anos com quem esteve em um motel. O rapaz contou que foi levado à força para o local e que o coronel estava bastante nervoso e armado.

O coronel deveria ficar recolhido no Núcleo de Custódia da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) após ser autuado, mas alegou mal-estar por conta de uma lesão no nariz, causada por uma briga. Assim, uma escolta policial levou o agente até um hospital.

Ao chegar na unidade, foi encaminhado para a UTI em caráter de urgência a fim de ser monitorado. Edilson também alega ter depressão e esquizofrenia e que faz uso de diferentes drogas. Depois da briga, ele também afirma ter entrado em surto psicótico e pensamentos suicidas.

O rapaz de 21 anos contou que foi abordado pelo coronel quando voltava para casa. No carro, ele percebeu que Edilson estava armado e se sentiu coagido a ter relações sexuais com ele. Ele conta que descarregou a arma do coronel como forma de chamar a atenção para fugir do local.

 

 

Da Redação do Acontece na Bahia

 

Categoria(s): Destaque.

Comente: