Autoridades encontram objetos de rituais dentro da casa de Lázaro no Goiás

A polícia encontrou objetos e itens que indicam que o assassino em massa Lázaro Barbosa praticava rituais em uma casa em Cocalzinho de Goiás (GO). O procurado vivia na residência, cidade onde o pai do criminoso também reside. As buscas se concentram nessa região há nove dias, com mais de 200 policiais envolvidos na ação.

As imagens foram divulgadas por um delegado que participa da caçada ao assassino. Também foi encontrada uma inscrição na parede com a palavra “satan”, satanás em inglês.

A investigação quer descobrir se alguém morava junto com Lázaro na casa onde foram encontrados os itens e há quanto tempo vivia no local.

Com a divulgação das imagens, o debate religioso veio à tona, já que muitos pedem que as ações do criminoso não sejam relacionadas a crenças e religiões, evitando estabelecer relação com os crimes, assassinatos, invasões e estupros que Lázaro cometeu. Os elementos encontrados na residência induzem ao erro de associar essas imagens e sinais a coisas “maléficas” e “ruins”. Este tipo de associação é intolerante e é preciso questionar o porque dessas imagens serem demonizadas.

Lázaro Barbosa, de 32 anos é procurado e suspeito de matar uma família em Ceilândia (DF), além de invadir residências, fazer vítimas de reféns e trocar tiros com caseiros, trabalhadores e policiais. De acordo com a polícia, Lázaro tem experiência em áreas de mata e, com isso, habilidade para se esconder, dificultando a ação dos agentes.

O procurado foi acusado de estupro aos 18 anos e possui na ficha criminal um duplo homicídio na Bahia. Um laudo psicológico de 2013 apontou que o criminoso, já detido no Distrito Federal, têm características como dependência emocional, impulsividade, instabilidade emocional, possibilidade de ruptura do equilíbrio, preocupações sexuais e sentimentos de angústia.

Com textos e informações do portal SBT.

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.

Comente: