Autoridades dizem que mãe e filha que foram encontradas sem vida às margens da BR-030, teriam sido apedrejadas repetidamente

O laudo da necropsia apontou na manhã desta segunda-feira (13), que a causa da morte de Alcione Malheiros Teixeira Ribeiro, de 42 anos, e de sua filha, Ana Júlia Teixeira Fernandes, 16 anos, foi por instrumento contundente, no caso, pedradas. As primeiras informações mostram que Alcione Malheiros Teixeira Ribeiro e a filha de 16 anos, estavam caminhando na rodovia para encontrar um parente. Neste percurso, dois suspeitos obrigaram mãe e filha a entrar no mato.

O crime aconteceu na tarde desse domingo (12), na cidade de Guanambi, sudoeste da Bahia, mais especificamente em um matagal às margens da BR-030, nas proximidades da ponte na saída para Palmas de Monte Alto. Os corpos de Alcione e da filha estavam dentro do rio Carnaíba de Dentro, em Guanambi, e se encontravam parcialmente despidos.

Foi deixado próximo ao local do crime, segundo a polícia, uma motocicleta Honda, de cor Azul, de placa DHB-8310, licença de Birigui. Também estava no local um capacete, luvas cirúrgicas, um par de tênis vermelho e preto, um boné vermelho e um celular azul que pertencia às vítimas.

A Polícia Civil divulgou dois números para informações e denúncias que levem aos possíveis autores ou autor do crime. Os números são o (77) 3451-7761 ou o (77) 99975-8502. As denúncias e a identidade dos denunciantes serão mantidas em absoluto sigilo.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Regional.

Comente: