Search
Close this search box.

Autor de feminicídio é baleado por pai e irmão de vítima ao deixar prisão em saidinha temporária

Um caso de justiça com as próprias mãos abalou a tranquilidade de Anchieta, em Santa Catarina, quando um homem em saidinha temporária do presídio foi baleado e seu padrasto morto em uma residência local. A tragédia parece ser um ato de vingança da família da vítima de um feminicídio ocorrido em 2018.

Conforme relatos do UOL, na última segunda-feira (13), a casa do agressor foi invadida e ele acabou alvejado junto ao padrasto. A Polícia Civil, responsável pela investigação, suspeita que os disparos tenham partido do pai e do irmão de Indianara Aparecida de Moura, cuja vida foi ceifada aos 22 anos pelas mãos do homem atualmente ferido, em um ato que chocou a comunidade local e resultou em sua condenação em 2019.

O agressor encontra-se hospitalizado, sem risco de morte, e deverá prestar depoimento às autoridades, juntamente com outras testemunhas envolvidas no caso.

Da redação do Acontece na Bahia

Foto: Redes Sociais