Autor da morte da menina Beatriz é identificado depois de amostras de DNA

O autor do assassinato da pequena Beatriz, morta em 2015 a facadas, foi identificado e preso depois de uma amostra de DNA.

A Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS-PE) chegou, nesta terça-feira (11), ao autor do assassinato da menina Beatriz Angélica Mota, depois de análises do banco de perfis genéticos do Instituto de Genética Forense Eduardo Campos, que identificou o DNA recolhido na faca utilizada no crime.

O homem já estava preso por outro delitos. Ao ser ouvido pelos delegados da Força Tarefa, confessou o assassinato e foi indiciado.

Beatriz foi morta aos 7 anos em um colégio particular de Petrolina, em 10 de dezembro de 2015. Ela foi morta com 42 facadas dentro do depósito de material esportivo da escola.

A menina estava em uma festa de encerramento do ano letivo na escola com a família e se afastou para beber água. Ela desapareceu e seu corpo foi encontrado 40 minutos depois. Agora, seis anos depois, o assassino foi identificado.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque.

Comente: