“Devem começar a enviar até sexta-feira”, diz Rui sobre testes da imunização russa na Bahia

O governador da Bahia, Rui Costa, disse hoje (16), durante entrevista à Rádio Bandeirantes, que a estimativa é que os documentos para iniciar o processo de distribuição da vacina russa Sputnik V no estado cheguem na sexta-feira (18).

“A gente recebe a documentação e vê se está tudo ‘ok’ e encaminha para dois órgãos federais: Conselho de Ética e Pesquisa e a Anvisa. Assim que for autorizada eles [russos] enviam a vacina”, afirmou o governador.

A Sputnik V é a primeira vacina contra o coronavírus registrada no mundo. A tecnologia por trás da vacina russa é baseada no adenovírus, também conhecido como resfriado comum, e é o mais tradicional antídoto em testes no mundo.

Para fins estatísticos, a vigilância epidemiológica estadual considera um paciente recuperado após 14 dias do início dos sintomas da Covid-19. Já os casos ativos são resultado do seguinte cálculo: número de casos totais, menos os óbitos, menos os recuperados. Os cálculos são realizados de modo automático.

Os casos confirmados ocorreram em 416 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (29,14%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Ibirataia (6.112,85), Almadina (5.966,33), Itabuna (5.398,10), Dário Meira (5.014,01), Madre de Deus (4.921,06).

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 550.497 casos descartados e 69.808 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas deste sábado (12).

Na Bahia, 24.385 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19.

Categoria(s): Social.

Comente: