“As coisas estão melhorando”, diz OMS sobre estabilização da pandemia no Brasil

Na última sexta (21), a Organização Mundial da Saúde (OMS) falou sobre a situação da pandemia do novo coronavírus no Brasil.

O diretor de emergências da OMS, Michael Ryan, reconheceu que os serviços de unidades de tratamento intensivo estão sob menos pressão do que estavam inicialmente no país.

No entanto, isso não quer dizer que as medidas de isolamento e quarentena social devem relaxar.

“A desaceleração da pandemia se estabilizou no país, mas ainda temos 6 mil casos diários”, diz Ryan. “Podemos ter a impressão de que as coisas estão melhorando, mas precisamos de medidas efetivas para diminuir a transmissão no Brasil.”, conclui.

Até ontem, o Brasil tem mais de 112,4 mil mortes pela Covid-19 e 3,5 milhões de casos confirmados. Somente cinco cidades no país seguem sem casos da infecção.

Categoria(s): Social.

Comente: