Arma utilizada na morte de Rodrigo Amendoim pertence a amigo policial militar

Arma utilizada na morte de Rodrigo Amendoim pertence a amigo policial militar

O influenciador digital Rodrigo Amendoim, de 24 anos, que tinha 1,5 milhão de seguidores nas redes sociais, foi encontrado morto no sábado (28) em seu apartamento em Lauro de Freitas, Região Metropolitana de Salvador, Bahia.

Para mais informações acesse nosso canal no WhatsApp!

O caso chocou o público, pois a arma utilizada na tragédia pertencia a um amigo policial militar do influenciador. O policial, da 37ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Liberdade), esqueceu sua arma no banheiro do apartamento após passar o dia com Amendoim. Ao perceber o esquecimento, o policial tentou contatá-lo, mas sem sucesso.

A notícia da morte de Rodrigo Amendoim foi comunicada ao policial através das redes sociais, levando-o a relatar o ocorrido à corporação, que orientou o registro do esquecimento da arma em uma delegacia. A polícia apreendeu a arma, que passará por perícia. O caso foi inicialmente tratado como suicídio, mas a Polícia Civil investigará o ocorrido, ouvindo testemunhas e analisando os laudos periciais.

Amendoim era conhecido por seus vídeos diários nas redes sociais, onde compartilhava sua rotina e dava conselhos com muito bom humor. Sua morte causou comoção, com várias personalidades, incluindo Jojo Todynho, Tirullipa e outros, lamentando a perda e destacando a importância da saúde mental.

O influenciador, apelidado carinhosamente de “Mendo”, havia superado um passado difícil, vendendo geladinhos e amendoins nas ruas de Salvador antes de conquistar a fama em 2021. A origem humilde e as lutas pessoais tornaram sua história inspiradora para muitos seguidores, que agora lamentam sua trágica partida. O caso, além de uma tragédia pessoal, destaca a importância da saúde mental e das redes de apoio emocional em momentos de sofrimento.

Foto: Reprodução redes sociais.