Após vídeo viralizar, Marina Silva ganha reabitação e comemora 1 mês longe das drogas

Maria Solange, conhecida como Marina Silva de Manaus, viralizou nas redes sociais após um vídeo seu que foi publicado nas redes sociais.

Nesse contexto, ela em apenas um mês longe das drogas – e com apoio médico – ela já engordou 11 kg e está otimista com o tratamento. “Roupa nenhuma dá mais em mim, de tão gordinha que estou. E eu cheguei bastante debilitada, no dia 29 de julho, com 41 Kg. Hoje estou pesando 52 kg”, comemorou Maria Solange em vídeo postado no Instagram. (assista abaixo)

Ela ficou conhecida em julho, depois que Madonna compartilhou um vídeo da brasileira dançando o hit Holiday.

Na época, Maria Solange aceitou ajuda do projeto social @parceirosbrilhantes, que ofereceu o tratamento gratuito pra ela. Ela comemora o sucesso da reabilitação – que prossegue – e agradece pelo tratamento e carinho que vem recebendo no Hospital Nova Reabilitação, em São Paulo, com “acompanhamento de médico, psiquiatra, psicólogo, nutricionista”, conta.

Além disso, com amor e otimismo Otimista com a recuperação, Maria Solange conta como estão sendo os dias de confinamento e fala o que tem ajudado no tratamento: “o que eu vejo aqui é o amor que eles transmitem pra gente, a paciência, o diálogo que eles têm com a gente”, disse.

Nesse sentido, fotos e vídeos no Instagram da blogueira mostram os mimos que ela vem recebendo pra suportar a abstinência e levantar a autoestima da paciente: flores, unhas pintadas, cuidado com os cabelos, roupas novas, bonecas, atividades como pintura e uma Bíblia… tratamento de corpo e alma.

Por fim, a reação dela a tudo isso pode está no vídeo abaixo: Maria Solange diz que não quer mais voltar para o mundo das drogas e sabe que vai precisar lutar contra isso.

“Como paciente, eu não vou dizer que se eu for agora pra fora, não sei o que seria de mim. Não sei se eu poderia voltar a usar droga. Mas… eu acho que não. Eu acho que quero não quero voltar à vida que eu tinha aí fora não, do fundo do meu coração. Jamais”.

Categoria(s): Social.

Comente: